Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
PSD pretende credibilizar e dignificar o Parlamento
Os sociais-democratas apresentaram iniciativas que representam “um primeiro impulso” na tão impreterível reforma do nosso sistema político.

Catarina Rocha Ferreira deu voz às iniciativas do PSD que representam “um primeiro impulso” na tão impreterível reforma do nosso sistema político. “O PSD entende que devemos começar por aprovar mudanças que se aplicam a nós próprios e por isso propomos alterações relevantes ao funcionamento deste Parlamento”, referiu a parlamentar.

A primeira proposta apresentada pelo PSD, revela a deputada, passa pela reforma da Comissão de Transparência e do Estatuto dos Deputados, uma Comissão que aborda matérias de impedimentos e incompatibilidades em que “os Deputados estão a julgar em causa própria”. Para acabar com esta “endogamia”, os sociais-democratas propõem o fim desta Comissão e a criação de um Conselho de Transparência e do Estatuto do Deputado. “Este Conselho funcionará na Assembleia da República, com os mesmos poderes, mas a sua constituição é feita maioritariamente por pessoas que não são deputados e que nem o foram na anterior legislatura. Sendo, ainda, o Presidente do Conselho uma personalidade de reconhecido mérito e não um Deputado em funções. Trata-se de uma alteração simples, mas de extrema importância”, afirmou Catarina Rocha Ferreira.

A segunda reforma defendida passa pela Comissões Parlamentares de Inquérito, com o PSD a defender que estas Comissões passem a incorporar, para além dos Deputados dos diferentes Grupos Parlamentares, obrigatoriamente personalidades que não são Deputados, com todos os poderes dos Deputados, menos o de votar. “Queremos credibilizar, dignificar e dar real utilidade às Comissões Parlamentares de Inquérito”, frisou.

A deputada apresentou ainda a iniciativa no âmbito do Processo de Construção Europeia, em que o PSD propõe a realização de dois debates sobre estas matérias, em Plenário, com presença obrigatória do Primeiro-Ministro, sendo os restantes debates em Comissão.

No encerramento do debate, André Coelho Lima afirmou que o debate ficou marcado por um “combate entre o PSD, como força progressista, e as forças conservadoras deste Parlamento que querem manter tudo como está. Assistimos a um partido que propõe a abertura deste Parlamento e a um conjunto de sindicalistas da vida parlamentar que querem continuar orgulhosamente sós.”

Dirigindo-se às restantes bancadas parlamentares, o Vice-Presidente do PSD questionou “quem tem medo do povo? Nós não temos medo do povo. Os senhores, que enchem a boca com o povo, são quem tem receio de dar sinais de abertura a quem nos elege.”

André Coelho Lima enfatizou ainda que a bancada do PSD considera que “quem nos põe cá e nos pode de cá tirar” pode ter também um papel a dizer no dia-a-dia do Parlamento.

10-07-2020 Partilhar Recomendar
10-07-2020
“Não se pode admitir a existência de lucro de campanha eleitoral à custa do dinheiro público”
    PSD pretende alterar a Lei de Financiamento dos Partidos e a Lei de Organização e Funcionamento da Entidade das Contas.
14-11-2019
Grupo Parlamentar do PSD elegeu Coordenadores e Vice-coordenadores
   
21-02-2018
PSD elegeu questões sociais e desafios económicos como principais áreas de atuação
    Feliciano Barreiras Duarte refere que do Congresso do PSD saiu uma estratégia virada para o País e dirigida aos Portugueses.
01-02-2018
Esquerda deu uma “grande machadada” na legislação laboral
    No debate quinzenal com o Primeiro-Ministro, Hugo Soares acusou ainda António Costa de ser “impreparado” e de ceder a tudo com o único propósito de manter a geringonça no poder.
23-02-2017
“No último ano assistimos a uma evidente degradação na prestação de serviços públicos”
    Segundo Luís Marques Guedes “degradação” é a palavra de ordem da esquerda na gestão dos serviços públicos.
23-02-2017
Se o governo continuar com estas políticas a sustentabilidade do SNS não estará assegurada
    Luís Vales acusou comunistas e bloquistas de agora não estarem preocupados com os trabalhadores com pagamentos em atraso.
23-02-2017
Descentralização: o PSD foi o único partido que apresentou propostas no Parlamento
    Berta Cabral lamentou o atraso do governo na apresentação das suas iniciativas.
23-02-2017
Abandono escolar precoce aumentou pela primeira vez em mais de 10 anos
    Amadeu Albergaria considera que a incompetência do Ministro da Educação é trágica para o nosso futuro coletivo.
23-02-2017
“As esquerdas não têm um projeto comum a olhar para o futuro de Portugal”
    No debate sobre a “Reforma do Estado e Acesso aos Serviços Públicos”, Hugo Soares frisou que “o governo das esquerdas é o inimigo dos serviços públicos”.
06-05-2016
PSD propõe redução do número de deputados
    Os sociais-democratas entregaram três Projetos de Lei para reforçar a transparência no exercício de funções públicas e políticas.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas