Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Coronavírus: “Onde estão as duas mil camas?”, pergunta Rui Rio
Rui Rio considera que a realidade dos factos “não coincide” com o cenário “otimista” que o Primeiro-Ministro levou ao debate quinzenal, no Parlamento, esta quarta-feira, a propósito da “prevenção e contenção da epidemia Covid-19”. “Temos ouvido que faltam materiais nos hospitais. (…) Há realmente um plano de contingência?”, interrogou o Presidente do PSD, alertando que Portugal pode deparar-se com um “crescimento exponencial” do surto do novo coronavírus.
Rui Rio exemplifica com “a falta de material nos hospitais, como máscaras, a informação mal direcionada, a descoordenação na Linha Saúde24”, assim como a situação negligente nos aeroportos, que unicamente estão a fazer o controlo de chegadas de passageiros oriundos da China, mas não nos restantes voos. “Como vão funcionar os hospitais de retaguarda? Onde estão as duas mil camas?”, questionou, perguntando também pela “articulação com as Forças Armadas para transportar doentes de forma isolada”.
Rui Rio assegura “o PSD está disponível para, se puder, ajudar nalguma coisa e não colaborará com o alarme público”.

Novos critérios para as PPP trazem “mais opacidade”
No debate quinzenal com o Primeiro-Ministro, o Presidente do PSD abordou a alteração da lei das parcerias público-privadas, criticando as novas regras que trazem “mais opacidade e mais discricionariedade”, porque os critérios para a criação de novas parceiras público-privadas “passam a ser caso a caso e são exigidos muitos menos elementos para instruir o processo”.
Rui Rio pretende saber se há “vantagem de tirar ao ministro das Finanças o controlo das PPP”. “Qual a vantagem de uma maior opacidade e, em concreto, porque é que o setor da habitação tem de ficar fora da lei?”, questionou.
O PSD, referiu Rui Rio, já solicitou que o ministro das Finanças vá ao Parlamento explicar a situação, acusando a bancada do PS de impedir os esclarecimentos de Mário Centeno.
O Presidente fez ainda um diagnóstico financeiro sobre a fatura das PPP: “Todos sabemos a desgraça que algumas PPP representaram para o País. Este ano vai pagar 1500 milhões de euros de impostos para pagar as PPP. Já chegaram a ser 2000 milhões e no conjunto dos seus orçamentos já vai nos 8000 milhões de euros”.

RTP: “manifesta incompatibilidade” do secretário de Estado do Cinema
Na polémica que envolve o secretário Estado do Cinema, Audiovisual e Media, que “vendeu a sua participação nas Produções Fictícias” a um familiar, Rui Rio censurou a “manifesta incompatibilidade” do governante. Rui Rio lamenta que “o lucro da empresa” produtora de conteúdos audiovisuais esteja “indexado aos negócios com a RTP, que o mesmo secretário de Estado tutela”.
O Presidente do PSD citou ainda o episódio da venda de um terreno da RTP, no Porto, por 621 mil euros, “à data em que o secretário de Estado era administrador” da estação pública, e que agora está a ser comercializada por 12,5 milhões de euros, “vinte vezes mais do que valeu em 2016”. “O senhor Primeiro-Ministro está capaz de elucidar a Assembleia da República e os portugueses? São dois dossiers que cruzam com um secretário de Estado do seu Governo e isso não se compreende linearmente à primeira”, disse.

04-03-2020 Partilhar Recomendar
26-06-2020
Dívidas do Governo aos bombeiros podem fazer perigar a capacidade operacional das corporações
    Cancela Moura apelou ao Governo para que pague os 30 milhões euros que deve aos bombeiros.
24-06-2020
Covid-19: diabéticos e hipertensos com direito a faltas justificadas, Parlamento aprova proposta do PSD
    Esta é uma medida que visa proteger dois grupos de risco no contexto de pandemia sanitária.
23-06-2020
Voos da Sevenair: Finanças atrasam pagamentos aos agentes da GNR que prestam serviço nos aeródromos
    Para o PSD, é “inaceitável que estes serviços gratificados em aeródromos estejam com um atraso de 18 meses”.
18-06-2020
Governo não reúne com os sindicados dos enfermeiros desde novembro
    Jorge Paulo Oliveira frisa que está na hora do Governo corrigir as injustiças que criou.
18-06-2020
PSD dirige uma palavra de enorme apreço e gratidão a todos os enfermeiros portugueses
    Carla Barros recorda que o PSD recomendou ao Governo que tome medidas de reconhecimento a todos os profissionais do SNS envolvidos no combate à pandemia.
18-06-2020
Novo Centro de Saúde do Feijó só não avança por falta vontade política do governo
    Fernanda Velez lembra que após 5 Orçamentos, o Governo continua sem responder às necessidades da população.
17-06-2020
Orçamento Suplementar: Verba para o setor da saúde “é uma gota num oceano de necessidades”
    Ricardo Baptista Leite alerta para as consequências da Covid-19 na área da Saúde.
12-06-2020
Médicos não conseguem prescrever tratamentos termais por causa de um programa informático
    Os deputados do PSD querem saber o que está a provocar esta situação.
09-06-2020
PPP’s na saúde foram boas para os portugueses
    Álvaro Almeida entende que seria um erro inviabilizar a possibilidade de adoção de modelos inovadores de gestão que contribuíram para melhorar a qualidade de vida.
09-06-2020
Covid-19: Substâncias que reforcem o sistema imunológico devem ter taxa reduzida de IVA
    Maló de Abreu apresentou a iniciativa do PSD.
Início Anterior Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas