Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
“Governo parece cada vez mais desejar o confronto com os profissionais de saúde”
Ângela Guerra enfatizou que o PSD não pactua com esta visão do governo “que desconsidera os profissionais de saúde”.
O PSD levou hoje a apreciação parlamentar o Decreto-Lei que “estabelece o regime remuneratório aplicável à carreira especial de técnico superior das áreas de diagnóstico e terapêutica, bem como as regras de transição dos trabalhadores para esta carreira”.
Segundo Ângela Guerra este é um problema que “o governo criou, deixou arrastar e resolveu mal”. De acordo com a deputada, o anterior governo deixou pronta em 2015 a nova carreira dos Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica, tendo chegado mesmo a publicar os diplomas respetivos no Boletim do Trabalho e Emprego. “O atual Governo suspendeu o processo e demorou dois anos a aprovar o Decreto-Lei n.º 111/2017, diploma que estabeleceu o novo regime jurídico desses profissionais, mas omitindo as regras de transição para a nova carreira, a sua estrutura e a nova tabela salarial. Entretanto, o Governo demorou mais um ano e meio em negociações com os sindicatos, para aprovar agora, unilateralmente, um diploma que faz tábua rasa dos direitos dos técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica”.
Já em 2019, recorda a deputada, o executivo publicou um Decreto em que estabeleceu regras de transição que colocam mais de 90% desses profissionais na base da nova carreira, ignorando todo o tempo de serviço por eles já prestado, o que, em muitos casos, afeta profissionais com 20 ou mais anos de serviço. “Dito de outro modo, para o Governo, um técnico superior de diagnóstico e terapêutica que inicie funções em 2019 deve ter a mesma posição salarial de outro técnico que exerça essas funções há 20 ou 25 anos. Além disso, o referido Decreto-Lei restringe fortemente quaisquer possibilidades de progressão até ao final da vida de trabalho dos técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica que hoje tenham mais tempo de serviço”.
Dirigindo-se às bancadas da esquerda, Ângela Guerra enfatizou que “o PSD não pactua com esta visão do Governo, uma visão que desconsidera os profissionais de saúde. O Governo há muito que já devia ter legislado. E devia ter legislado bem, evitando criar injustiças. Mas a verdade é que o Governo parece cada vez mais desejar o confronto com os profissionais de saúde, como aconteceu com médicos e enfermeiros, e agora parece também suceder com os técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica. A verdade é que Portugal tem hoje um Governo cuja incompetência e irresponsabilidade multiplicam as injustiças e as desigualdades entre os cidadãos, tratando uns como filhos e outros como enteados”.
A terminar, Ângela Guerra reiterou a ideia de que “o PSD estará sempre do lado da resolução dos problemas e é com esse espírito que contribuiremos para minorar uma injustiça de que os técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica são vítimas há quase duas décadas”.
12-04-2019 Partilhar Recomendar
10-01-2020
650 mil portugueses sem médico de família comprovam o falhanço da governação socialista
    Referindo-se às promessas do governo, Rui Cristina lembrou igualmente o novo hospital do Algarve que continua sem sair do papel.
10-01-2020
Governo infligiu uma degradação sem precedentes ao SNS
    Alberto Machado denunciou as consequências das cativações no setor da saúde.
10-01-2020
Ricardo Baptista Leite: “este é um Orçamento que faz mal à saúde”
    O Vice-Presidente da bancada do PSD alerta que os portugueses assistirão, em 2020, à continuação da deterioração do Serviço Nacional de Saúde.
09-01-2020
Álvaro Almeida: a saúde não é uma prioridade deste Orçamento
    O deputado considera que “o SNS está pior hoje do que estava quando o anterior governo socialista tomou posse”.
20-12-2019
PSD defende a existência de uma rede de cuidados de hemodiálise adequada às necessidades das populações
    Hugo Oliveira fala numa rede de proximidade e com cobertura geográfica alargada.
20-12-2019
Sandra Pereira: “o PSD sempre reconheceu a relevância das terapêuticas não convencionais”
    A deputada lamentou que a governação socialista pouco ou nada faça para responder aos legítimos anseios desses profissionais.
19-12-2019
PSD questiona ministra da Saúde por falta de mamógrafo no Hospital de Chaves
    Os parlamentares consideram que a proximidade e humanização dos serviços encontra-se cada vez mais distante das localidades de baixa densidade territorial.
12-12-2019
Milhares de idosos do distrito de Santarém sem vacina contra a gripe
    PSD exige explicações e a resolução imediata do problema.
11-12-2019
PSD exige que o governo apresente um plano de ação que salvaguarde a sustentabilidade da ADSE
    Duarte Pacheco sublinha que se nada for feito a ADSE entrará em défice em 2020.
29-11-2019
Saúde: “os açorianos estão a ser considerados portugueses de segunda”
    António Ventura quer o governo a ajudar os Açores, uma vez que o Governo Regional não consegue resolver os problemas.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas