Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Liliana Silva alerta para as desigualdades territoriais decorrentes da medida dos passes sociais
A deputada afirmou que em Viana do Castelo a verba atribuída não vai permitir melhorar a rede de transportes.
Enfatizando que a redução do preço dos passes sociais é uma medida positiva, no sentido em que prevê a redução de tarifas e a expansão da rede de transportes, Liliana Silva alertou que o problema está na forma como esta está a ser posta em prática.
No debate sobre esta matéria, a deputada recordou que o despacho o despacho desta matéria foi publicado em 31 de janeiro de 2019. “Informa o mesmo que as CIMS têm que submeter até ao dia 15 de março o plano de dotações. Ou seja, as CIMS só tiveram cerca de um mês para andarem ao ritmo do relógio do governo, por forma a dar reposta sobre dados para as quais, a maioria, não tinha documentação suficiente”.
De seguida, a social-democrata recorreu a exemplos do seu distrito, Viana do Castelo, para ilustrar alguns dos problemas. “No meu distrito, a verba distribuída mal chega para reduzir tarifas, quanto mais para melhorar a rede de transportes: Caminha teve direito a 19 mil euros, Valença, 25 mil euros, Vila Nova de Cerveira 18 mil euros, Arcos de Valdevez 48 mil euros. Se pensarmos que só em gastos com transportes anuais, o município dos Arcos de Valdevez tem cerca de 750 mil euros ano, fazemos facilmente a comparação com os 48 mil euros que vão receber. Não existirá no distrito de Viana do Castelo expansão de rede, porque o valor distribuído pelos municípios já é tão baixo, que tenho dúvidas que sirvam inclusive para reduzir as tarifas para todos”.
Mas, adianta Liliana Silva, as desigualdades comprovam-se, até, em pessoas da mesma profissão. “Um professor que dê aulas em Lisboa tem acesso, e muito bem, ao passe social. Mas, um professor de Ponte da Barca que dê aulas nos Arcos de Valdevez, não tem rede de transportes que lhe assegurem os horários. Não tem direito a usufruir de qualquer desconto nos passes sociais. Paga o gasóleo ou gasolina e a respetiva taxa de carbono. E, caricato da história, financia com o pagamento da taxa de carbono, o seu colega professor, para que este possa usufruir de transportes mais baratos”. Face a este cenário, a deputada questionou se é esta a medida que o governo defende como sendo de todos para todos.

29-03-2019 Partilhar Recomendar
11-12-2019
PSD quer que o governo adote um programa de apoio à mobilidade de âmbito nacional
    Carlos Peixoto apresentou o Projeto que, entre outras medidas, recomenda a redução em 50% do preço das ex-SCUT’s.
04-12-2019
Os portugueses esperam em média 20 horas por mês pelos transportes públicos
    Carlos Silva fala em tempos de espera intermináveis, sobrelotação, filas gigantescas e transportes em condições precárias de higiene e conforto.
21-11-2019
Governo esteve “offline” do debate sobre a Transição Digital
    Hugo Carvalho lamentou a ausência do executivo no debate.
14-11-2019
Grupo Parlamentar do PSD elegeu Coordenadores e Vice-coordenadores
   
06-11-2019
“Governo socialista lança projetos que não saem do papel”
    Carlos Silva frisa que “para o PS o que importa é criar a ideia que mais dia menos dia as obras se vão efetuar”.
10-07-2019
Governo de António Costa é “inimigo do investimento público”
    Emídio Guerreiro disse ao Primeiro-Ministro que “o governo ficará para a história como o que menos investiu”.
05-07-2019
PSD defende a suspensão imediata da linha circular do metro de Lisboa
    De acordo com Carlos Silva, os sociais-democratas querem também que se proceda à realização de estudos técnicos e de viabilidade económica para a futura expansão da rede.
21-06-2019
Carlos Silva traça cenário caótico nos transportes públicos
    O social-democrata recorda que “nunca os utentes tiveram tantos horários suprimidos”.
06-06-2019
Fernando Negrão confronta António Costa com a situação de rutura nos transportes
    O líder parlamentar do PSD referiu-se ainda à distribuição de bónus pela TAP, ao mesmo tempo em que a empresa regista 100 milhões de euros de prejuízos.
05-06-2019
Passes sociais: uma boa medida, com um mau modelo
    António Costa Silva enfatizou que não é por se repetir muitas vezes a mentira de que o PSD é contra os passes sociais que essa mentira se torna verdade.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas