Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
“Governo, PS, BE e PCP têm vindo a competir para ver qual consegue ser mais eficaz a «depenar» os contribuintes”
Em sentido contrário, Cristóvão Crespo afirmou que o objetivo devia passar pela redução da carga fiscal.
No debate do Projeto de Lei do Bloco de Esquerda que visa criar o imposto sobre determinados serviços digitais, Cristóvão Crespo destacou que este é mais um debate sobre uma medida padrão e típica dos partidos desta maioria. “Ao longo da legislatura todos têm tido grande capacidade para criar e agravar impostos, contribuições e taxas. O Governo, o PS, o BE e PCP têm vindo a competir, uns com os outros, no sentido de ver qual consegue ser mais eficaz e eficiente a «depenar» os contribuintes, sejam pessoas singulares ou pessoas coletivas”.
Sublinhando que não é despropositado discutir, neste momento, a questão da tributação dos serviços digitais, o deputado afirmou que este debate terá de ser num enquadramento diferente daquele que o BE lhe quer dar através da apresentação desta iniciativa legislativa. “Numa altura em que batemos recordes de arrecadação de receita fiscal é necessária ter a ambição de aliviar o esforço a que os Portugueses estão sujeitos. A criação de novos impostos não pode avançar sem que essa avaliação seja feita e daí sejam retiradas consequências, em termos de alívio fiscal. Para o PSD esta é uma consideração prévia à criação de novos impostos ou agravamento dos existentes. A discussão do tema terá de ter como objetivo a redução da carga fiscal.”
Por outro lado, acrescenta Cristóvão Crespo, a criação de um imposto com estas caraterísticas terá de resultar de um compromisso multilateral envolvendo os países da União Europeia ou da OCDE. “Resulta claro e evidente que o país sairia a perder se avançasse isolado, quando outros mais fortes e poderosos não querem correr riscos. Neste momento, não existe qualquer experiência internacional que nos permita ter expetativas positivas para medidas do tipo da que o BE traz a debate. Tem de ser encontrado um sistema jurídico, sustentado por acordos internacionais, no sentido de evitar a litigância de natureza fiscal inclusivamente com o envolvimento de vários países. As regras encontradas terão de ser globais e aplicada a todas as empresas, porque hoje todas são ou caminham para utilização generalizada das ferramentas digitais, e aplicadas a conjuntos relevantes de países”.
A terminar, Cristóvão Crespo declarou que o PSD não pode aprovar esta iniciativa por várias razões: “os contribuintes portugueses não teriam qualquer alívio na carga de impostos que suportam e garantidamente veriam aumentar os custos que resultariam do facto do novo imposto, por via indireta, lhes ser imputado; controlar, liquidar e cobrar não estando integrado num conjunto mais vasto de países de modo a evitar a fuga e evasão fiscal, seria tarefa impossível e inexequível”.

20-03-2019 Partilhar Recomendar
24-04-2019
PSD rejeita o fardo que o governo nos lega de estarmos a caminhar para a cauda da Europa
    Emídio Guerreiro recorda que BE, PCP e PEV são cúmplices dos “orçamentos de mentira”.
24-04-2019
Programa de Estabilidade será chumbado pelos portugueses em outubro
    António Leitão Amaro lembra que “o apoio ao PS tem andado como o crescimento”, mês após mês a cair e sempre a ser revisto em baixa.
12-04-2019
Tratado Orçamental: “comunistas não são bons alunos da Europa, são catedráticos”
    Teresa Leal Coelho recordou que o PCP está ao lado da política orçamental do Ministro das Finanças em Portugal e na Europa.
10-04-2019
PS deve um pedido de desculpas aos portugueses
    António Leitão Amaro não compreende que os socialistas estejam “a dormir” e a desaproveitar as boas conjunturas económicas externas.
20-03-2019
Bloco de Esquerda é “fiscalmente insaciável”
    Jorge Paulo Oliveira afirmou que esse é mais um motivo para os bloquistas apoiarem um governo que é “campeão da carga fiscal”.
20-03-2019
A filosofia da esquerda “é tributar”
    Segundo Virgílio Macedo estes partidos pretendem “tributar tudo o que mexe, o que não mexe e o que pode vir a mexer”.
20-03-2019
PSD contra impostos europeus: “queremos a nossa autonomia fiscal”
    A posição dos sociais-democratas foi reiterada por Cristóvão Norte.
20-03-2019
“Não aceitamos aumentar mais a carga fiscal”
    Leonel Costa recordou que são já 34 os aumentos de impostos e taxas nesta legislatura.
19-03-2019
Passe Único: “medida eleitoral como nunca se viu”
    Fernando Negrão acusou o governo de apresentar a redução dos preços dos passes apenas para Lisboa e Porto e de não aumentar o número de transportes.
13-03-2019
Tratado Orçamental: quando se ignoraram as regras o país ficou à beira da falência
    Maria Luís Albuquerque sublinhou a importância de termos finanças públicas sustentáveis.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas