Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Debate sobre Fake News era o local apropriado para um “ato de contrição” do PS
Carlos Abreu Amorim recordou a ligação socialista a um blogue anónimo difusor de Fake News.
O Parlamento realizou, esta quinta-feira, um debate sobre o “combate à desinformação - em defesa da Democracia”. Em nome do PSD, Carlos Abreu Amorim começou por sublinhar a importância deste tema, adiantando, contudo, que as Fake News não nasceram hoje na política portuguesa, como bem sabe o PS. A este propósito, o parlamentar afirmou que “esperava que o PS aproveitasse este debate para fazer um apropriado ato de contrição. Ou, em alternativa, pelo menos, uma catarse no sentido que lhe era dado na Grécia Antiga, quando Aristóteles dizia que «a catarse é a purificação das almas através de uma descarga emocional provocada por um trauma»”.
Contudo, lamenta o social-democrata, nada disso vai acontecer neste debate. “Infelizmente, o PS não reconhece os benefícios da purificação e em lugar do ato de contrição ou da catarse, o PS parece ter optado por uma verdadeira cataplana parlamentar, ainda por cima sem o encanto de uma Cristina, e em que tudo é amalgamado, confundido e, sobretudo, muito bem cozido para que ninguém se lembre das origens do cozinheiro e dos seus ajudantes”.
De seguida, Carlos Abreu Amorim sublinhou que existem questões prévias a serem respondidas se quisermos que o debate seja sério e para levar a sério. “A revista Sábado, através de documentos obtidos na investigação da Operação Marquês, imputa ao ex-primeiro-ministro socialista Sócrates a existência de um blogue, o Câmara Corporativa, pago pelo «amigo» Santos Silva, que, entre outras atividades pouco recomendáveis, fazia a difusão de Fake News. E diz também a revista que membros do governo de então e, também do atual, colaboravam nessa autêntica agência de Fake News. Designadamente, o então Secretário de Estado de Sócrates, Pedro Marques, depois ministro de António Costa e agora candidato a deputado europeu e, quiçá, a Comissário”.
Face a este histórico, Carlos Abreu Amorim disse à bancada socialista que se pretendem ser sérios e levados a sério têm de dizer aos portugueses se essa notícia é verdadeira. “Está o PS disposto a assumir esse seu passado reprovável e a mostrar o competente arrependimento público”, questionou o parlamentar.

06-03-2019 Partilhar Recomendar
09-05-2019
Helga Correia: cativações impossibilitam a ERC de desempenhar as suas competências
    A deputada enfatizou que esta é uma situação inaceitável.
06-03-2019
“O PS e o Governo são uma credenciada e cadastrada fábrica de fake good news”
    Carlos Peixoto considera que os socialistas podem ter muita experiência nesta matéria, mas falta-lhes a “decência e a moralidade”.
06-03-2019
Até o PS já começa a desconfiar das promessas do governo
    Margarida Mano manifestou a surpresa do PSD ao ver o PS a recomendar ao seu governo que faça algo que o governo já prometeu fazer.
21-02-2018
Governo atribui pouca relevância à Comunicação Social
    Pedro Pimpão alertou que há órgãos de comunicação a passar por graves dificuldades.
02-02-2018
Helga Correia anuncia apoio do PSD à Petição que defende a criação de melhores condições de acessibilidade televisiva para a população surda portuguesa
    A deputada enfatizou que estes são problemas atuais e pertinentes.
04-05-2017
Sara Madruga da Costa ouviu as preocupações da Comissão de Trabalhadores da RTP-M
    A falta de equiparação das carreiras dos trabalhadores deste centro foi um dos temas abordado na reunião.
15-02-2017
Sara Madruga da Costa visitou as instalações da RDP-Madeira
    A deslocação ocorreu precisamente no dia mundial da rádio.
16-12-2016
Helga Correia realça o importante papel desempenhado pela ERC
    O louvor foi deixado na análise dos Relatórios de monitorização e analise exercidos pelo Regulador durante os anos de 2014 e 2015.
24-11-2016
Orçamento dedicado à Agência Lusa coloca em causa o serviço prestado
    Segundo Susana Lamas a verba orçamentada é inferior à de 2016.
08-04-2015
Adelaide Canastro destaca preocupação da ERC em prestar uma informação cuidada, precisa e rigorosa ao cidadão
    Na base da afirmação da deputada está o Relatório de regulação e contas da ERC relativo a 2012.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas