Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
“Só um crescimento económico robusto e continuado poderia sustentar uma estratégia para erradicar a pobreza”
Rui Cruz lamentou que o governo se tenha resignado e que, em consequência, mais de 2 milhões de portugueses ainda se achem em risco de pobreza ou exclusão social.
Rui Cruz manifestou a preocupação do PSD com o facto de 2.4 milhões de pessoas ainda se acharem em risco de pobreza ou exclusão social em Portugal, mais de 1/5 da população.
No debate de uma Petição que solicitava ao Parlamento que seja promovido um debate pela Assembleia da República sobre a erradicação da pobreza, o social-democrata referiu que mais que criar novas Medidas de Apoio Social, é essencial assegurar que a Intervenção e Inclusão social é concebida, planeada e executada de forma Integrada, que assume um Compromisso sério e abrangente entre todos, agentes envolvidos e beneficiários e uma profunda capacidade de articulação entre organismos públicos e a sociedade civil. Aliado a isso, adianta o parlamentar, é necessário conjugar políticas de apoio financeiro às famílias, com medidas efetivas de inserção social e integração no mercado de trabalho, com medidas que anulem os mecanismos que sustentam a transmissão da pobreza entre gerações.
Contudo, o social-democrata entende que por mais bondosos que sejam os planos, sejam sapientes as estratégias e oportunas as medidas, sempre claudicarão perante fracos crescimentos económicos. “Somente um crescimento económico robusto e continuado, poderia sustentar um plano ou uma estratégia para erradicar a pobreza. Falamos de crescimento económico expressivo e prolongado, bem superior a 3%, como defendia e apelava o senhor Presidente da República. Um crescimento económico que suporte, sem sacrifício, políticas de valorização dos rendimentos e de criação contínua de melhor e qualificado emprego, políticas de qualificação e modernização dos serviços públicos e ampliação do Estado Social. Mas afinal o governo resignou-se e regista crescimentos económicos cada vez menores”.
A este propósito, Rui Cruz considera que, em lugar de esperar empurrões da economia mundial, era necessário apostar de forma corajosa no tecido empresarial português, eliminando entropias na produção, na exportação, na competitividade e na internacionalização. Era necessário de forma inteligente desagravar a carga fiscal, promovendo, deste modo e ao mesmo tempo, a dinamização da iniciativa privada e a valorização dos rendimentos”.
A terminar, o deputado admitiu que a tarefa do governo não era fácil, nem daria resultados imediatos e que, por isso, “faltou vontade e coragem”.
24-01-2019 Partilhar Recomendar
18-12-2019
O Grupo Parlamentar do PSD deseja a todos umas Boas Festas
   
14-11-2019
Grupo Parlamentar do PSD elegeu Coordenadores e Vice-coordenadores
   
28-02-2018
"Não abdicamos de representar os portugueses que não se revêm neste governo”
    Santa Casa no Montepio: a nossa posição é muito clara, “somos contra”.
06-02-2018
Seminário sobre o “Mecanismo Europeu de Proteção Civil”
    Conheça o Programa e Participe.
13-12-2017
Raríssimas: “é o momento de agir sem contemplações, doa a quem doer”
    Segundo Clara Marques Mendes “o governo falhou na ação de fiscalização que lhe compete”.
10-05-2017
Luís Montenegro desafia o governo a fazer uma reforma da Segurança Social e “não remendos”
    O social-democrata exigiu a António Costa a máxima seriedade e respeito pelos atuais e futuros pensionistas.
04-05-2017
As reformas estruturais que foram feitas pelo governo PSD/CDS estão hoje a dar resultados positivos para o país
    Segundo Clara Marques Mendes esses resultados positivos refletem-se na geração de emprego e na redução do desemprego.
04-05-2017
Contratação coletiva: BE e PCP em competição e PS a tentar “passar entre os pingos da chuva”
    Adão Silva apelou ao PS para afirmar se está do lado da concertação social ou da sindicalização deste processo.
04-05-2017
Pedro Roque lembra que a contratação coletiva tem vindo a aumentar
    O deputado considera que esse aumento é fruto do acordo de concertação social aprovado durante a vigência do anterior governo.
04-05-2017
Resultados da reforma laboral do anterior governo estão à vista: emprego a aumentar e desemprego a diminuir
    O resultado desta reforma foi realçado pela deputada Susana Lamas.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
10-07-2020 Sessão Plenária
14-07-2020 Comissões parlamentares
15-07-2020 Comissões parlamentares
16-07-2020 Comissões parlamentares
17-07-2020 Comissões parlamentares
22-07-2020 Sessão Plenária
23-07-2020 Sessão Plenária
24-07-2020 Comissões parlamentares
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas