Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
“Governo caiu na tentação de converter a Autoridade Tributária numa espécie de agência-geral de cobranças”
Carlos Abreu Amorim enfatizou que o PSD não colaborará para o enfraquecimento da AT.
No debate da Proposta de Lei do governo que consagra a aplicação do processo de execução fiscal à cobrança coerciva das custas, multas, coimas e outras quantias cobradas em processo judicial, Carlos Abreu Amorim acusou o governo de “ter caído na tentação de converter a Autoridade Tributária (AT) numa espécie de agência-geral de cobranças do Estado, o que se não for devidamente acautelado a pode desvirtuar fatalmente e pôr em perigo alguns princípios fundamentais do sistema jurídico”.
De acordo com o parlamentar, é reconhecia a eficiência da AT no exercício das funções que lhe estão cometidas. Nesse sentido, o bom e adequado aproveitamento dessas potencialidades para outra espécie de dividas ao Estado pode consubstanciar uma evolução compreensível, desde que sejam salvaguardados os diretos dos cidadãos e das empresas e ainda a específica capacidade da Autoridade Tributária.
Centrando-se no diploma do governo, o deputado afirmou que a exposição de motivos é “um pouco panfletária e até enganadora” e o texto “capricha em amalgamar a cobrança de créditos de custas judicias dos tribunais comuns com outras sanções pecuniárias”.
Depois de deixar vários alertas ao governo sobre a Proposta e de lamentar que o executivo não apresentado qualquer estudo de impacto desta proposta no funcionamento da AT, o parlamentar questionou se o governo pode assegurar que a AT não vai ser paralisada a médio prazo e se não se estará a inundar a AT de processos e pendências que a irão imobilizar, perdendo assim as suas vantagens.
A terminar, Carlos Abreu Amorim frisou que o PSD mantém a sua disposição para trabalhar seriamente esta proposta na especialidade, procurando melhorá-la. “Mas que fique muito claro, o PSD não colaborará no enfraquecimento da AT e salvaguardará sempre o direito dos cidadãos e das empresas”, concluiu.
04-01-2019 Partilhar Recomendar
22-03-2010
PSD exige respostas para contradições do PGR no Processo Face Oculta
    Pinto Monteiro nega acesso aos despachos com argumentos “insólitos” e “contraditórios”
18-03-2010
Informatização do Ministério Público por concretizar
    Deputado alerta para falta de articulação dos mecanismos
03-03-2010
Construção e adaptações no Campus de Justiça de Lisboa por explicar
    Fernando Negrão interroga ministro da Justiça
24-02-2010
Orçamento da Justiça suscita conjunto de questões pela parte do PSD
    Sociais-democratas questionaram o Ministro sobre o Orçamento e outras questões relativas à Justiça
28-01-2010
PSD foi a “locomotiva” do combate à corrupção
    Carlos Peixoto afirmou, na Assembleia da República, que “o PSD sempre esteve na linha da frente” deste combate.
03-12-2009
“Amplo consenso” em relação à proposta do PSD
    Aguiar-Branco saúda o anúncio da viabilização da Comissão Eventual de combate à corrupção
Início Anterior
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas