Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
José Carlos Barros lamenta “erros de orientação política” do Programa Nacional da Política do Ordenamento do Território
O deputado criticou a “visão centralista” introduzida pelo governo no Programa.
O Parlamento debateu, esta quarta-feira, a Proposta de Lei do governo que pretende alterar o Programa Nacional da Política do Ordenamento do Território (PNPOT). De acordo com José Carlos Barros, esta versão do PNPOT ficou negativamente marcada pelos erros de orientação política refletidos na Resolução do Conselho de Ministros que, em agosto de 2016, determinou o início do processo: “por um lado, não compreendendo as profundas alterações, em diferentes domínios, que tinham ocorrido desde a aprovação do PNPOT em 2007; por outro lado, com o Governo a adotar uma visão centralista, centralizadora, colocando o foco no «fortalecimento do papel das duas áreas metropolitanas do país na estruturação do sistema urbano nacional»”.
De acordo com o social-democrata, desde o primeiro momento que “o PSD identificou e denunciou esta orientação política, considerando-a inaceitável e procurando influenciar alterações”.
De seguida, José Carlos Barros afirmou que estas mudanças foram caminhando no bom sentido, residindo o problema na parte política. “O problema é que era tarde, como quase sempre acontece quando tão mal se começa. E o problema é que esta deriva, esta tensão, acabou por se refletir num desfasamento no debate dos Fundos Comunitários e das grandes opções de investimento, e numa incapacidade de passar do enunciado de boas intenções para a sua efetiva territorialização, identificando infraestruturas, redes e instrumentos que as corporizem”.
A terminar, o parlamento deixou a garantia de que, em sede de especialidade, “o PSD, mais do que insistir nas fragilidades que subsistem, não deixará de contribuir para as alterações que sejam ainda possíveis em favor de um PNPOT mais útil ao País, mais operativo e, como se deseja, assegurando princípios de coesão e de equidade social e territorial”.

05-12-2018 Partilhar Recomendar
16-04-2019
“As alterações climáticas constituem um dos maiores desafios que a humanidade tem pela frente”
    O parlamentar sublinhou que o PSD sempre colocou na sua agenda e na sua ação política o ambiente e o clima.
11-04-2019
Berta Cabral: “o ambiente pode contar com o PSD”
    A deputada considera que é fundamental dar continuidade à mudança de mentalidades.
11-04-2019
“Não podemos continuar a privilegiar o descartável num planeta que não o é”
    Bruno Coimbra considera que “o plástico é hoje uma calamidade” e que é preciso agir.
11-04-2019
António Topa: o plástico tornou-se um problema sério para a humanidade
    O parlamentar considera que é urgente atuar e encontrar alternativas ao seu uso.
11-04-2019
Proibição da venda de frutas e legumes acondicionados em cuvetes que contenham plástico ou poliestireno trará custos para os produtores agrícolas
    António Lima Costa manifestou a preocupação dos sociais-democratas com esta situação.
11-04-2019
Redução do uso do plástico: José Carlos Barros sublinha o sucesso das medidas tomadas pelo governo liderado pelo PSD
    Entre outros sucessos, adianta o deputado, o executivo conseguiu que o consumo dos plásticos leves caísse 98%.
15-03-2019
Emília Cerqueira: PCP, PEV e BE estão a tentar fazer “prova de vida eleitoral”
    A deputada censurou o esforço destes partidos de fingirem que não fazem parte do governo.
18-01-2019
“Não podemos deixar de nos assustar com a impressionante quantidade de plásticos existentes nos oceanos”
    Jorge Paulo Oliveira declarou que precisamos caminhar no sentido de que todas as embalagens sejam recicláveis, que o consumo de plásticos de uso único seja reduzido e que o uso de microplásticos seja restringido.
10-01-2019
António Ventura: “as palavras do governo são sucata”
    O deputado considera que com tanto incumprimento da palavra por parte do governo, a mesma já não tem nenhum valor.
19-12-2018
Bruno Coimbra: em matéria ambiental não se pode contar com Os Verdes
    O deputado recorda que o PEV nem conseguiu que o PCP votasse favoravelmente a ratificação do Acordo de Paris.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas