Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Tancos: “senhor Primeiro-Ministro, não acha que já fomos longe demais?”
Fernando Negrão considera que este caso exigia intervenção imediata da hierarquia militar e da tutela política.
Fernando Negrão confrontou o Primeiro-Ministro com a escolha do deputado socialista Carlos Pereira para liderar a Entidade Reguladora do Setor Energético (ERSE). No debate quinzenal com António Costa, o líder parlamentar do PSD questionou a “independência” do deputado em causa e perguntou qual a razão desta escolha, recordando várias críticas internas feitas pelo referido deputado. “É para calar este tipo de afirmações que agora quer ver como administrador de uma entidade reguladora o senhor deputado Carlos Pereira”, questionou.
No entender do social-democrata, é notório que o deputado socialista “foge à definição daquilo que acha que deve ser o perfil do administrador de uma entidade reguladora. E uma entidade reguladora deve ter como ómega do seu funcionamento uma característica: a sua independência. Esta independência, deve ser relativamente a todos os agentes do mercado, sejam eles privados ou públicos mas, principalmente, do poder político. Acha que o deputado Carlos Pereira assegura essa independência do poder político?"
A concluir este tema, Fernando Negrão frisou que o currículo do socialista “não oferece garantias para exercer essas funções com independência”.
De seguida, o líder parlamentar social-democrata regressou ao caso de Tancos sinalizando o facto de se ter ficado hoje a saber que o ex-Chefe de Gabinete do Ministro da Defesa admitiu ter recebido documentação sobre o roubo em Tancos. “Não acha que já fomos longe demais? Não considera que este caso exigia intervenção imediata da hierarquia militar e da tutela política para apuramento de todas as responsabilidades?”. O líder da “bancada laranja”, manifestou ainda a sua estranheza perante a informação dada pelo Primeiro-Ministro de que o Ministro da Defesa não foi informado pelo seu ex-Chefe de Gabinete que tinha recebido documentação sobre o furto.
A terminar, Fernando Negrão assinalou que na próxima segunda-feira passa um ano desde os incêndios na região centro e que até hoje “só há oito casas reconstruídas num universo de 28 concelhos”. “Como explica isto”, questionou.

10-10-2018 Partilhar Recomendar
09-05-2019
Lei de Infraestruturas Militares não prevê mecanismos de transparência
    Pedro Roque deixou algumas críticas à proposta do governo e frisou que o PSD pretende contribuir para que o resultado final seja “mais consentâneo com a real necessidade das missões e do desempenho dos militares”.
09-05-2019
Defesa: cativações de Centeno afetam cumprimento da Lei de Infraestruturas Militares
    O alerta foi deixado por Rui Silva.
25-04-2019
25 de Abril: PSD avisa que portugueses repudiarão clubismo partidário ou nepotismo
    Pedro Roque confessou que, apesar deste dia ser de “união em torno de um bem maior”, tem “alguma apreensão” com o futuro do país.
11-04-2019
Pedro Roque alerta para efeitos negativos para a instituição militar resultantes de um sistema de avaliação desadequado
    O alerta foi deixado no debate de uma Petição da Associação Nacional de Sargentos.
04-04-2019
“O Governo não consegue nomear pessoas qualificadas sem serem familiares?”
    Fernando Negrão entende que o “Governo está a funcionar em circuito fechado”.
20-03-2019
Rui Silva: preservação da soberania nacional é intocável
    O deputado alertou ainda para o efeito das cativações no setor da Defesa.
19-03-2019
Passe Único: “medida eleitoral como nunca se viu”
    Fernando Negrão acusou o governo de apresentar a redução dos preços dos passes apenas para Lisboa e Porto e de não aumentar o número de transportes.
13-03-2019
PIN Pedras Salgadas: “parece-nos difícil haver projetos desta importância que sejam construídos contra as populações”
    Paulo Rios de Oliveira considera que estamos perante um difícil divórcio quando a população deixa de falar no “seu local” e passa a falar no “local deles”.
13-03-2019
Com a privatização dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo a Empordef passou a dar lucro
    Leonel Costa recordou que as receitas da Empordef eram canalizadas para tapar os prejuízos dos Estaleiros.
15-02-2019
Bruno Vitorino contesta morosidade do processo de atribuição de pensões de preço de sangue
    O deputado considera que “é inaceitável e imoral a demora e burocracia associadas a situações tão sensíveis como esta”.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas