Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Emília Cerqueira aponta falhas à Proposta do Governo de alteração ao estatuto dos magistrados judiciais
Contudo, a deputada congratulou-se por finalmente um dos grupos de trabalho criados pela Ministra da Justiça ter produzido resultados.
No debate sobre a Proposta de alteração ao estatuto dos magistrados judiciais, Emília Cerqueira começou por se congratular por, dos mais de dez grupos de trabalho que a Ministra constituiu, pelo menos um deles tenha produzido algum tipo de resultado. “É que a senhora Ministra tinha prometido aos Magistrados Judiciais que teria pronto o novo Estatuto em janeiro e a verdade é que já estamos em meados de 2018 e só agora iniciamos a discussão desta matéria. Passado tanto tempo, será que agora haverá um estatuto que contenha os princípios negociados com os Magistrados Judiciais?”
De seguida, a parlamentar manifestou a preocupação do PSD com vários aspetos deste diploma fundamental. Desde logo, o facto de terem eliminado, no concurso de acesso aos tribunais da Relação, a regra segundo a qual os concorrentes selecionados defendem publicamente os seus currículos perante o júri passando agora a apreciação dos currículos a ser feita “sem o júri sair da secretária” e sem o candidato defender publicamente o seu currículo. Como curiosamente o Governo não acaba com a defesa pública dos currículos por parte dos candidatos ao Supremo Tribunal de Justiça, a deputada questionou à Ministra da Justiça qual a razão para esta diferenciação. “Ainda a respeito do concurso de acesso aos tribunais da Relação, porque razão é que o Governo eliminou a regra segundo a qual «a graduação final dos magistrados faz-se de acordo com o mérito relativo dos concorrentes, tomando-se em consideração, em 40% a avaliação curricular, nos termos previstos no número anterior, e, em 60%, as anteriores classificações de serviço, preferindo em caso de empate o juiz com mais antiguidade» em detrimento da avaliação de desempenho? Sem esta regra não se corre o risco dar prevalência àqueles que menos se dedicaram ao exercício efetivo da função judicial e investem mais no seu aperfeiçoamento curricular, descaracterizando a opção constitucional, da «prevalência do critério do mérito»?”
A terminar, Emília Cerqueira alertou ainda que neste diploma é introduzido nas competências do Conselho Superior de Magistratura a competência para “expedir instruções convenientes à boa execução e uniformidade do serviço judicial, sem prejuízo da independência dos Juízes». A deputada questionou à governante se esta possibilidade do Conselho Superior de Magistratura poder emitir circulares a dar instruções aos juízes não será ela própria, em si mesma, atentatória do princípio da independência dos juízes. “Isto é, no entender do PSD, altamente controverso, e queremos saber se o pondera Governo ou não pondera rever esta questão”.

06-07-2018 Partilhar Recomendar
07-02-2019
PSD recomenda a adoção de medidas urgentes em matéria de registos e notariado
    A iniciativa dos sociais-democratas foi apresentada por Emília Cerqueira.
30-01-2019
Carlos Peixoto desafia CDS a integrar um pacto para a justiça
    O Vice-Presidente da bancada do PSD recordou que os sociais-democratas apresentaram a todos os partidos uma proposta para melhorar o sistema de justiça.
30-01-2019
Violência contra as mulheres: é preciso passar do diagnóstico à ação
    Sandra Pereira lamentou que muito tenha ficado por fazer nos últimos anos.
30-01-2019
Os portugueses querem um governo que lute contra a corrupção
    Álvaro Batista colocou em evidência a inação da governação das esquerdas nesta matéria.
25-01-2019
Fernando Negrão acusa Governo de estar a “destruir o Serviço Nacional de Saúde”
    O líder da bancada do PSD lamentou a desumanidade e insensibilidade social manifestada pelo Primeiro-Ministro.
24-01-2019
PSD quer o Provedor de Justiça a coordenar e monitorizar a aplicação da Convenção sobre os Direitos da Criança em Portugal
    A proposta dos sociais-democratas foi apresentada por Andreia Neto.
16-01-2019
“Os advogados estagiários não podem ser os «novos escravos»”
    Sandra Pereira considera que “o país deve refletir sobre as condições de exercício da advocacia”.
16-01-2019
PSD não desiste da criminalização do enriquecimento ilícito
    Andreia Neto refere que o PSD não se cansará de continuar a procurar uma solução para criminalizar esse tipo de comportamentos.
11-01-2019
Sandra Pereira: “os crimes sexuais merecem o nosso mais profundo repúdio”
    No debate sobre alterações ao Código Penal a deputada alertou que manda a prudência que as alterações legislativas não se façam “a reboque da pressão mediática”.
10-01-2019
“A propriedade Intelectual assume hoje um papel de enorme relevância para o crescimento económico”
    A afirmação foi proferida por Andreia Neto, que defendeu ainda o alargamento das competências do Tribunal da Propriedade Intelectual.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas