Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
A reforma da segurança social é um dos principais e mais urgentes desafios que se colocam à sociedade portuguesa
Feliciano Barreiras Duarte defendeu a adoção de políticas de longo prazo, assentes numa prévia e séria análise do sistema.
No encerramento do debate do Projeto de Lei do PCP que visa ampliar as Fontes de Financiamento da Segurança Social, Feliciano Barreiras Duarte começou por reconhecer a importância desde debate, mas adiantou que o mesmo não se compadece com soluções simplistas, desgarradas, precipitadas e nem sequer devidamente calibradas”. No entender do deputado, os comunistas limitam-se a aplicar “a receita do costume: mais encargos para as empresas, entidades que, aliás, diaboliza. Se pudesse, o PCP abolia a própria criação de riqueza, que parece considerar um roubo”.
Em sentido contrário, refere o social-democrata, o PSD considera a reforma da segurança social como um dos principais e mais urgentes desafios que se colocam à sociedade portuguesa. “Estamos cientes da necessidade de o nosso País garantir a sustentabilidade do seu sistema de proteção social. Não desconhecemos os efeitos que o aumento da esperança média de vida, de um lado, e a redução da taxa de natalidade, do outro, têm sobre a sustentabilidade da nossa segurança social. Mas estamos convictos que as soluções devem ser encontradas no crescimento económico e não no aumento das contribuições dos agentes económicos, quer se trate de trabalhadores ou de entidades empregadoras. Com efeito, só pelo crescimento económico e pelo reforço das condições de competitividade das empresas, continuará o País a reduzir o desemprego e a aumentar as oportunidades de acesso dos portugueses ao mercado de trabalho. Para o PSD, estas são condições essenciais, não só para o desenvolvimento social do País, como para o reforço do financiamento da segurança social”.
A terminar, Feliciano Barreiras Duarte sublinhou que os partidos não podem “cair na tentação de soluções imediatistas, antes devemos defender políticas de longo prazo, assentes numa prévia e séria análise do sistema de segurança social. Para esse efeito o PSD está, como sempre esteve, disponível para participar num profundo debate político e social que contribua para um desejável compromisso parlamentar alargado, nas matérias da segurança Social, bem como em outras matérias de manifesta importância para o futuro de Portugal e dos portugueses”.

28-06-2018 Partilhar Recomendar
31-05-2019
Joana Barata Lopes: Ministro Vieira da Silva esteve “no pântano de Guterres e na bancarrota de Sócrates”
    A deputada considera que o socialista não se preocupa com o futuro e apenas está interessado em agradar aos eleitores.
31-05-2019
“O diálogo e a negociação são marcos fundamentais na construção das relações laborais”
    Pedro Roque considera que a busca pelo interesse comum está nos antípodas da instrumentalização dos trabalhadores e da sua utilização como peões no combate ideológico.
30-05-2019
GPPSD lança “+CIDADÃO +DEMOCRACIA”
    O líder parlamentar do PSD vai receber cidadãos já a partir de 4 de junho.
29-05-2019
Mercês Borges alerta para a ausência de respostas para o envelhecimento populacional
    A deputada afirmou que é crucial olhar para estas pessoas com enorme respeito e procurar as respostas mais adequadas.
13-05-2019
Cativações e cortes no investimento. “Chama a isto boa gestão das contas públicas?”
    Fernando Negrão acusou António Costa de fazer um “brilharete nas contas” à custa de corte no investimento.
09-05-2019
“Em 2018 havia mais 73 mil precários do que no ano da troika”
    Para Susana Lamas este é o “retrato da incapacidade do governo”.
09-05-2019
Clara Marques Mendes: “Portugal é um dos países com as maiores taxas de precariedade da União Europeia”
    A deputada considera que “o governo falhou”.
02-05-2019
António Costa “foi cúmplice” da chegada do país à bancarrota
    Fernando Negrão afirmou ter vergonha desse governo socialista que levou o país à bancarrota.
26-04-2019
Governo está a atrasar propositadamente o processo de integração dos precários
    Segundo Álvaro Batista isso acontece porque o executivo está a utilizar os fundos comunitários para pagar a estes trabalhadores.
26-04-2019
Carla Barros: nem no tempo da troika havia tantos precários
    A deputada alerta que hoje há mais 73 mil precários do que em 2011.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas