Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Combater o problema demográfico deve ser um “desígnio nacional”
Germana Rocha lembra que esta questão não se resolve com medidas pontuais, mas sim com reformas estruturais e adequadas.
“O Inverno Demográfico e o Envelhecimento da População, são talvez o desequilíbrio mais grave que Portugal atualmente enfrenta. O problema demográfico em Portugal é um dos mais graves obstáculos de que todos devemos ter consciência e procurar soluções para o ultrapassar, e em que que nada adianta ou resolve criticar ou permanecer no passado. Pois, após o diagnóstico ser encontrado e consensualmente validado, este deve ser um desígnio nacional.” Foi com estas palavras que Germana Rocha iniciou a sua intervenção, esta quarta-feira, no debate agendado pelo PSD para debater Políticas para a Infância e Natalidade.
No entender da deputada, torna-se imperioso fazer um debate sério com medidas concretas e capazes de inverter esta situação gravíssima, que não se resolve com medidas pontuais, mas sim com reformas estruturais e adequadas, cuja aplicação de forma gradual, conduza a resultados positivos e cruciais a médio e a longo prazo na vida das atuais e das novas gerações. Tendo em conta este cenário, a parlamentar questionou à bancada bloquista se acompanha ou não a necessidade premente da existência de uma política integrada para a infância e para a Natalidade, que constitua um desígnio Nacional. “O que pensa o B.E em relação, por exemplo, à medida em que que o PSD propõe a gratuitidade das creches a partir dos 6 meses de idade, ou se preferem continuar a ver os pais a pagarem mais por uma creche do que por uma universidade para os seus filhos? O que pensa o B.E relativamente à criação de creches ao nível das empresas ou através de outras Instituições, bem como da melhoria das condições de funcionamento do Jardins de Infância, numa lógica de conciliação da vida profissional com a vida pessoal”, questionou.
Germana Rocha quis ainda saber se o BE está disponível para um debate sério que envolva medidas consistentes que criem igualdade de oportunidades e que impeçam a emigração de cerca de 100.000 jovens por ano, segundo dados oficiais, com excelentes qualificações que vão à procura de condições de vida que não encontram em Portugal. “Não podemos ficar pela parte, mas sim olhar para esta situação como um todo, porque as crianças não são números, são crianças, crianças que têm de ter as condições necessárias e fundamentais para o seu cabal desenvolvimento no presente, para sermos capazes de ganhar o País no futuro”.

27-06-2018 Partilhar Recomendar
16-10-2014
PSD considera que é indispensável alcançar compromissos para um tema tão estrutural como a natalidade
    Segundo Nilza de Sena este é um problema que vai demorar décadas a resolver.
16-10-2014
Natalidade: PSD lamenta indisponibilidade do PS para assumir compromissos
    António Prôa apelou aos socialistas para se preocuparem mais com o país e menos com as eleições.
16-10-2014
PSD apresentou Projeto de Resolução para promover a natalidade
    Teresa Leal Coelho lembrou que “Portugal está à beira do abismo demográfico” e apelou a compromissos partidários para atacar este problema.
Início Anterior
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas