Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
“Incompatibilidade do Ministro Pedro Siza Vieira não tem consequências?” Fernando Negrão exige esclarecimentos “a bem da ética”
No debate quinzenal com o Primeiro-Ministro, Fernando Negrão questionou ainda António Costa sobre valorização do interior e os problemas no sector da Saúde.
No debate quinzenal com o Primeiro-Ministro sobre “políticas de valorização do interior”, Fernando Negrão registou a importância do tema agendado pelo executivo, mas sublinhou que é “claro que este tema não está nas melhores mãos”. De acordo com o Presidente da bancada do PSD, todos sabemos a forma como este governo lidou com os incêndios do ano passado, com negligência e descuido, frisando o deputado que espera que os anúncios agora feitos pelo governo sejam realmente implementados.
De seguida, o líder do Grupo Parlamentar do PSD referiu que para além das inúmeras intervenções que o PSD tem feito sobre esta matéria, “o PSD vai realizar as suas Jornadas Parlamentares na cidade da Guarda e o tema será a valorização do interior. E aqui, manifestamos toda a nossa disponibilidade para juntar as nossas propostas às vossas e podermos levar a cabo um trabalho de consenso, se for possível, entre todos os partidos desta casa”. Dirigindo-se a António Costa, Fernando Negrão lançou o desafio: “saber se está disposto a avançar com medidas concretas, devidamente calendarizadas e com compromisso firme de comprimentos por forma a não voltar a falhar aos portugueses?”

Conflito de interesses do Ministro Pedro Siza Vieira

O segundo tema levado a debate por Fernando Negrão prendeu-se com as notícias de que o Ministro Pedro Siza Vieira acumulou a função governamental com a de sócio gerente de uma empresa. O líder da “bancada laranja” questionou ao Primeiro-Ministro se não considera que “existe aqui uma incompatibilidade”.
No que respeita à notícia de que o governante, que foi sócio da sociedade de advogados Linklaters antes de entrar no Governo, se encontrou com os clientes da sua antiga empresa, a China Three Gorges, quando já integrava o executivo e antes do anúncio da Oferta Pública de Aquisição (OPA) desta empresa chinesa à EDP, o social-democrata questionou ao Primeiro-Ministro se o pedido de escusa do Ministro não foi atrasado, uma vez que o Ministro já tinha intervindo em matérias relacionadas com o setor elétrico, nomeadamente em questões relacionadas com as negociações sobre a EDP. Ainda a propósito desta matéria, o parlamentar perguntou a António Costa o que justifica o facto de ter sido o Ministro-Adjunto a reunir com os representantes chineses e não o Ministro da Economia.

António Arnaut “foi, e será, uma figura notável da democracia portuguesa”

A terminar, Fernando Negrão levou, uma vez mais, a temática da Saúde ao debate quinzenal. O deputado começou por manifestar condolências “muito sinceras” no que respeita ao falecimento de António Arnaut. “Foi, e será, uma figura notável da democracia portuguesa”, afirmou Fernando Negrão, acrescentando que “deixou uma marca indelével na vida política nacional”.
Dirigindo-se a António Costa, o líder da bancada do PSD frisou que “a melhor forma de homenagear o Dr. António Arnaut é preservar a sua obra e garantir a todos os portugueses que continuarão a ter um SNS sustentável, equilibrado e acessível a todos”. Destacou, no entanto, que “não é esse o SNS que temos hoje”. Fernando Negrão referiu-se às situações concretas de dificuldades existentes no País, como a demissão de dirigentes no Centro Hospitalar de Tondela-Viseu, a falta de médicos em Guimarães e de enfermeiros no Hospital de Santa Maria. “Qual é o plano que o senhor Primeiro-Ministro tem para todos podermos continuar a honrar o Dr. António Arnaut na preservação do SNS”, perguntou o social-democrata.

23-05-2018 Partilhar Recomendar
21-02-2019
Ministra da Saúde foge às questões sobre o novo Hospital da Madeira
    Os deputados eleitos pela Região acusam o governo de estar a adiar a resposta às questões para fugir às responsabilidades que tem nesta matéria.
20-02-2019
“O PSD tem sido a mãe solteira que verdadeiramente criou o SNS ao longo destes 40 anos”
    Ricardo Baptista Leite recordou que foi o PSD que implementou o SNS por todo o território nacional, que integrou os serviços de saúde materno infantil, que aprovou a lei de Bases da Saúde e que pagou as dívidas deixadas.
20-02-2019
“Menos 1.500 milhões de euros em investimento público. É isto o fim da austeridade?”
    No debate da Moção de Censura, Emídio Guerreiro frisou que “os problemas do país resolvem-se cumprindo com o que se promete e não com palavras, anúncios e propaganda”.
15-02-2019
Regulação dos Drones: “3 anos para isto?”
    Joel Sá referiu que a proposta apresentada pelo governo foi considerada uma “aberração jurídica”.
08-02-2019
“Participação dos cidadãos no processo de decisão em saúde é fundamental para se alcançarem decisões justas, equilibradas e transparentes”
    Essa preocupação, adianta Isaura Pedro, está refletida na Lei de Bases da Saúde que o PSD apresentou.
08-02-2019
“Requisição civil decretada simboliza a falência da capacidade negocial de um governo em desespero”
    Ângela Guerra apelou ao governo para que “emende a mão” e deixe de tentar “virar portugueses contra portugueses”.
08-02-2019
Hospital do Senhor do Bonfim é o espelho do “exagero, irresponsabilidade e irracionalidade” da governação socialista
    Simão Ribeiro colocou em evidência “a diferença abissal” entre as promessas socialistas e a realidade.
06-02-2019
“Aguardar 1000 dias por uma consulta é fortalecer o SNS?”
    No debate quinzenal com o Primeiro-Ministro, Fernando Negrão lamentou que António Costa não “sinta vergonha de ter feito parte do governo que deixou o país em bancarrota”.
01-02-2019
Transporte não urgente de doentes: PSD defende um regime justo, equilibrado e que respeite as necessidades dos utentes
    Ana Oliveira teceu críticas às iniciativas apresentadas pelo BE, PEV e PCP.
01-02-2019
PSD apoia a criação de um Registo Nacional de Esclerose Múltipla
    José António Silva elencou as mais-valias da criação deste registo.
Início Anterior Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas