Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
“Incompatibilidade do Ministro Pedro Siza Vieira não tem consequências?” Fernando Negrão exige esclarecimentos “a bem da ética”
No debate quinzenal com o Primeiro-Ministro, Fernando Negrão questionou ainda António Costa sobre valorização do interior e os problemas no sector da Saúde.
No debate quinzenal com o Primeiro-Ministro sobre “políticas de valorização do interior”, Fernando Negrão registou a importância do tema agendado pelo executivo, mas sublinhou que é “claro que este tema não está nas melhores mãos”. De acordo com o Presidente da bancada do PSD, todos sabemos a forma como este governo lidou com os incêndios do ano passado, com negligência e descuido, frisando o deputado que espera que os anúncios agora feitos pelo governo sejam realmente implementados.
De seguida, o líder do Grupo Parlamentar do PSD referiu que para além das inúmeras intervenções que o PSD tem feito sobre esta matéria, “o PSD vai realizar as suas Jornadas Parlamentares na cidade da Guarda e o tema será a valorização do interior. E aqui, manifestamos toda a nossa disponibilidade para juntar as nossas propostas às vossas e podermos levar a cabo um trabalho de consenso, se for possível, entre todos os partidos desta casa”. Dirigindo-se a António Costa, Fernando Negrão lançou o desafio: “saber se está disposto a avançar com medidas concretas, devidamente calendarizadas e com compromisso firme de comprimentos por forma a não voltar a falhar aos portugueses?”

Conflito de interesses do Ministro Pedro Siza Vieira

O segundo tema levado a debate por Fernando Negrão prendeu-se com as notícias de que o Ministro Pedro Siza Vieira acumulou a função governamental com a de sócio gerente de uma empresa. O líder da “bancada laranja” questionou ao Primeiro-Ministro se não considera que “existe aqui uma incompatibilidade”.
No que respeita à notícia de que o governante, que foi sócio da sociedade de advogados Linklaters antes de entrar no Governo, se encontrou com os clientes da sua antiga empresa, a China Three Gorges, quando já integrava o executivo e antes do anúncio da Oferta Pública de Aquisição (OPA) desta empresa chinesa à EDP, o social-democrata questionou ao Primeiro-Ministro se o pedido de escusa do Ministro não foi atrasado, uma vez que o Ministro já tinha intervindo em matérias relacionadas com o setor elétrico, nomeadamente em questões relacionadas com as negociações sobre a EDP. Ainda a propósito desta matéria, o parlamentar perguntou a António Costa o que justifica o facto de ter sido o Ministro-Adjunto a reunir com os representantes chineses e não o Ministro da Economia.

António Arnaut “foi, e será, uma figura notável da democracia portuguesa”

A terminar, Fernando Negrão levou, uma vez mais, a temática da Saúde ao debate quinzenal. O deputado começou por manifestar condolências “muito sinceras” no que respeita ao falecimento de António Arnaut. “Foi, e será, uma figura notável da democracia portuguesa”, afirmou Fernando Negrão, acrescentando que “deixou uma marca indelével na vida política nacional”.
Dirigindo-se a António Costa, o líder da bancada do PSD frisou que “a melhor forma de homenagear o Dr. António Arnaut é preservar a sua obra e garantir a todos os portugueses que continuarão a ter um SNS sustentável, equilibrado e acessível a todos”. Destacou, no entanto, que “não é esse o SNS que temos hoje”. Fernando Negrão referiu-se às situações concretas de dificuldades existentes no País, como a demissão de dirigentes no Centro Hospitalar de Tondela-Viseu, a falta de médicos em Guimarães e de enfermeiros no Hospital de Santa Maria. “Qual é o plano que o senhor Primeiro-Ministro tem para todos podermos continuar a honrar o Dr. António Arnaut na preservação do SNS”, perguntou o social-democrata.

23-05-2018 Partilhar Recomendar
11-09-2019
“Fracasso, ilusão e desorganização é a trilogia triste que caracteriza a forma como António Costa governou”
    Adão Silva declarou que “nunca um governo cobrou tanto dinheiro em impostos e nunca um governo deixou degradar tanto os serviços públicos que deviam servir os cidadãos”.
19-07-2019
Nova Lei de Bases da Saúde não vai melhorar o acesso à saúde dos portugueses
    Ricardo Baptista Leite criticou os socialistas por se terem “encostado à esquerda radical”.
19-07-2019
“Esquerdas-unidas demonstraram o seu total desprezo pelos técnicos superiores das áreas de diagnóstico e terapêutica”
    Na base da acusação de José António Silva está o chumbo da iniciativa do PSD.
19-07-2019
“Vivemos a fase mais negra da história do SNS”
    Ricardo Baptista Leite fala em degradação do acesso dos utentes, numa crescente tensão social dos profissionais e numa desumanização do SNS.
10-07-2019
“O Primeiro-Ministro falhou na proteção da saúde dos portugueses”
    Ricardo Baptista Leite enumerou um conjunto de promessas que António Costa fez e não cumpriu.
05-07-2019
PSD defende a inclusão nos currículos escolares do ensino de suporte básico de vida e desfibrilhação
    Simão Ribeiro enfatiza que “a literacia em saúde é fundamental” e ajuda a salvar vidas.
04-07-2019
PSD disponível para contribuir para uma boa lei sobre ensaios clínicos de medicamentos para uso humano
    Sublinhando a inegável complexidade da matéria, Isaura Pedro sinalizou matérias que merecem uma ponderação cuidada.
02-07-2019
“Este governo é o campeão da destruição dos serviços públicos”
    Clara Marques Mendes afirmou que “o Governo fala dos pobres, mas desfavorece-os; prega a solidariedade, mas não a pratica”.
27-06-2019
Saúde: Miguel Santos considera que “foram 4 anos perdidos”
    O social-democrata considera que são 4 anos que vão ser muito complicados de recuperar.
27-06-2019
Saúde: “governo falha todos os dias para com os cidadãos mais vulneráveis”
    Ricardo Baptista Leite sublinhou que “quem não vai ao terreno, quem não fala com os doentes, quem não ouve os profissionais, nunca poderá ter noção das dificuldades dos cidadãos, nem de como governar adequadamente o país”.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas