Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Comissão de inquérito às rendas na energia: PSD será ativo e consequente
Paulo Rios de Oliveira expôs a posição do PSD e referiu que “a presença nos governos socialistas de Sócrates está a passar de Currículo Político a Cadastro Político.”
No debate da iniciativa que visa a criação de uma Comissão de Inquérito ao pagamento de rendas excessivas aos produtores de eletricidade, Paulo Rios de Oliveira recordou, para memória futura, o trajeto que nos trouxe que levou à apresentação desta iniciativa. Recorda o deputado que tudo começou “com a espantosa notícia de alegados pagamento mensais de 15 mil euros do Grupo GES a Manuel Pinho, durante mais de 10 anos, mais propriamente entre 2012 e 2012, ou seja, incluindo todo o tempo que assumiu funções governativas como Ministro da Economia”. Segundo o parlamentar, esta notícia, a juntar a outras que têm por elemento comum os governos socialistas de José Sócrates suscitou surpresa e um pesado silêncio socialista. “E foi o PSD, que exigiu explicações e determinou a apresentação do requerimento do PSD para trazer ao Parlamento o visado Manuel Pinho. Num registo que está a virar moda, a Geringonça tenta transformar: o «concreto» em «genérico», as «perguntas claras» em «respostas opacas» e as audições «de hoje», nas Comissões de Inquérito «dos próximos meses». Entretanto, o PS de António Costa, que durante anos e anos assumiu com orgulho os governos socialistas de Sócrates, apressou-se a deixar cair o mesmo Sócrates e tudo o que cheire a Pinho. Dito de outro modo e numa imagem feliz, o Partido Socialista percebeu, e os portugueses estão a perceber, que a presença nos governos socialistas de Sócrates está a passar de Currículo Político a Cadastro Político.”
Entretanto, adianta Paulo Rios de Oliveira, para distrair atenções, vem o Bloco de Esquerda apresentar este Projeto de Comissão de Inquérito que abrange 14 anos de sucessivos governos para analisar o pagamento de rendas e subsídios aos produtores de eletricidade. “Como diz o povo: quem muito abarca, pouco aperta. É essa a intenção?”, questionou o deputado.
Questionado aos bloquistas se querem mesmo o Inquérito e se querem mesmo a verdade, o social-democrata afirmou esperar que esta não se transforme numa Comissão Inquérito como a da CGD, em que não só o próprio governo socialista tudo fez para impedir o acesso à informação, como se apressaram a encerrar os trabalhos antes dos tribunais imporem a entrega dos elementos exigidos em tempo pela Comissão.
A terminar, Paulo Rios de Oliveira garantiu que o PSD está atento e será ativo e consequente. “Mas não deixaremos de denunciar tudo o que pretendam fazer para impedir ou condicionar os trabalhos desta Comissão, seja por ação seja por omissão e bastarão alguns dias para percebermos ao que vem a geringonça e se vamos ter um novo garrote da esquerda parlamentar. Mas, em nenhum momento permitiremos que o enorme elefante que se passeia por esta sala e que respeita aos anos de chumbo dos governos socialistas da década passada sejam esquecidos ou escondidos, pois os portugueses estão cansados de mentiras velhas e novas e exigem mesmo a verdade”.

11-05-2018 Partilhar Recomendar
14-11-2019
Grupo Parlamentar do PSD elegeu Coordenadores e Vice-coordenadores
   
07-11-2019
PSD assume a presidência de cinco comissões parlamentares permanentes
    Luís Marques Guedes, António Topa, Firmino Marques, Pedro Roque e Fernando Ruas são os nomes indicados pelos sociais-democratas.
06-11-2019
Contrato de exploração de lítio em Montalegre “cheira a esturro”
    Carlos Peixoto alertou que “regressaram as incertezas, as inquietações e os enigmas dos grandes negócios dos governos socialistas”.
30-10-2019
Emídio Guerreiro acusa o governo de se comportar como as lojas que aumentam os preços antes dos saldos
    Na base da acusação está a mudança das datas de encerramento das Centrais do Pego e de Sines.
30-10-2019
Rui Rio: Governo é “o mais caro e o maior da história de Portugal”
    O líder do PSD enfatizou que este é um Governo que “custa mais dinheiro e que é pior”.
03-07-2019
Rendas da Energia: foi preciso esperar por 2012 para um governo intervir
    Emídio Guerreiro lembra que foram mais de 2 mil milhões de euros os cortes impostos pelo governo liderado pelo PSD.
03-07-2019
Foi o governo liderado pelo PSD o primeiro a identificar e cortar as rendas da energia
    No rescaldo da Comissão de Inquérito, Jorge Paulo Oliveira afirmou que ficou comprovado que as rendas tiveram origem nas governações socialistas.
24-05-2019
Declaração de Voto do PSD na Comissão Parlamentar de Inquérito ao Pagamento de Rendas Excessivas aos Produtores de Eletricidade
   
28-11-2018
Em matéria de energia este Orçamento é “muita parra e pouca uva”
    Emídio Guerreiro refere que apesar da propaganda do governo, “a montanha pariu um rato”.
17-10-2018
Emídio Guerreiro: “este governo detesta entidades independentes”
    O deputado acusou o governo de não resistir à “tentação do controlo político” e de ter colocado “um comissário político” na ERSE.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas