Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
"Por que razão o PS demorou mais de três anos a demarcar-se de José Sócrates?"
Fernando Negrão levou o “Caso Sócrates” ao debate com o Primeiro-Ministro, onde também desafiou António Costa a responder se o País está preparado para os incêndios.
O líder da bancada social-democrata levou a debate o caso Sócrates. Segundo Fernando Negrão, este tornou-se um “tema incontornável” depois de os mais altos dirigentes do PS terem afirmado estar envergonhados com o caso Sócrates. “Qual a razão para só em 2018 o PS ter mudado de estratégia?”, inquiriu Fernando Negrão, adiantando uma possível resposta: “foi com medo de ser contaminado eleitoralmente pelo comportamento de José Sócrates e Manuel Pinho? Para o PS e para o senhor, o que é mais importante: os votos e as eleições ou os princípios e as convicções?"
Ao assinalar que o assunto foi colocado no plano político pelo próprio Governo e pelo PS, Fernando Negrão enfatizou que “as confissões de vergonha e de desonra revelam o reconhecimento de que alguma coisa aconteceu”.
Face a toda este reconhecimento dos socialistas, o líder parlamentar do PSD questionou a António Costa se “a bancarrota foi culpa da crise ou o resultado de nefastas decisões tomadas pelo Governo a que vossa excelência [António Costa] pertenceu, presidido por José Sócrates”.

Incêndios: governo dá sinais de incompetência e acumula erros

Fernando Negrão denunciou a incapacidade do governo em tranquilizar os portugueses, sobretudo quando a época de incêndios se aproxima. O líder parlamentar do PSD reiterou a preocupação dos sociais-democratas, no que respeita aos incêndios, e salientou a disponibilidade do PSD para dar o seu contributo em prol do País: “nós queremos ajudar, diga-nos como?” O desafio foi lançado pelo líder parlamentar do PSD a António Costa no debate quinzenal desta quarta-feira.
De seguida, o parlamentar afirmou que no PSD “estamos preocupados com os portugueses”, principalmente porque não vemos no governo “capacidade política, nem operacional para resolver” problemas relacionados com a prevenção e o combate aos incêndios. Essas incapacidades, adianta, ficam visíveis com a postura do Primeiro-Ministro, que sempre que questionado a propósito desta matéria, dá uma “resposta padrão a todas as perguntas”. O próprio Ministro da Administração Interna, quando ouvido esta terça-feira no Parlamento, “não teve uma resposta concreta para dar aos portugueses”, lembrou.
De acordo com Fernando Negrão, o atual Executivo, em vez de tranquilizar o País, tem dado sinais de “incompetência e de acumular de casos e erros que só nos podem deixar preocupados”. Depois de elencar um conjunto vasto de problemas que têm vindo a público nos últimos dias, o líder da “bancada laranja” perguntou a António Costa se “temos hoje, dia 9 de maio, um dispositivo de combate aos fogos devidamente apetrechado e pronto a entrar em ação?”.
A terminar, Fernando Negrão recordou que o Presidente da República avançou que não se recandidatará caso se repitam as tragédias de 2017 para, logo, lembrar que António Costa adotou uma atitude contrária. “E isso é revelador”, apontou o social-democrata.

09-05-2018 Partilhar Recomendar
14-11-2019
Grupo Parlamentar do PSD elegeu Coordenadores e Vice-coordenadores
   
18-06-2019
Fernando Negrão acusa António Costa de “não ser um Primeiro-Ministro para o povo”
    O líder parlamentar do PSD destacou ainda a “falta de transparência” do governo no processo de reconstrução das casas atingidas pelos incêndios.
13-05-2019
Cativações e cortes no investimento. “Chama a isto boa gestão das contas públicas?”
    Fernando Negrão acusou António Costa de fazer um “brilharete nas contas” à custa de corte no investimento.
10-05-2019
Bancadas do PS, BE e PCP “são a lavandaria política do governo socialista”
    No debate sobre o Fundo de Solidariedade Europeu, Rubina Berardo acusou as bancadas da esquerda de branquearem a atuação do governo.
10-05-2019
Gestão do Fundo de Solidariedade tem sido incompetente, imoral e uma vergonha
    Duarte Marques considera “indigno” que o governo queira ficar com o dinheiro destinado aos municípios afetados pelos incêndios.
10-05-2019
Incêndios: “o governo aproveita-se da desgraça alheia para financiar serviços públicos”
    António Lima Costa afirma que o governo desviou verbas europeias destinadas às zonas afetadas para financiar organismos da administração central sediados em Lisboa.
04-04-2019
“O Governo não consegue nomear pessoas qualificadas sem serem familiares?”
    Fernando Negrão entende que o “Governo está a funcionar em circuito fechado”.
03-04-2019
Governo só veio criar confusão e propaganda no combate aos incêndios
    Duarte Marques alertou que todas as autoridades estão desiludidas com as alterações promovidas pelo executivo.
03-04-2019
Incêndios: Estado tem de dar o exemplo e limpar os terrenos
    Emília Cerqueira destacou ainda o trabalho das forças e serviços de segurança.
21-02-2019
Incêndios: Relatório do Observatório Técnico Independente “coloca a nu a falta de estratégia do governo para uma verdadeira política florestal”
    Luís Pedro Pimentel enumerou vários dos erros cometidos pelo executivo.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas