Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Incêndios: “temos hoje um país sem meios e sem uma estratégia sustentável para combater os fogos”
Nuno Serra lamenta que “o Governo continue fechado na sua propaganda, desprezando qualquer conselho ou proposta da oposição”.
“Este debate demonstra bem aquilo que o PSD tem denunciado nos últimos tempos: uma campanha de propaganda tóxica que o governo tem realizado para tentar branquear as falhas que existiram no combate aos incêndios do ano passado, e que não tem deixado o próprio governo preparar a próxima época de incêndios. O que temos hoje é um país sem meios e sem uma estratégia sustentável para combater os fogos rurais”. Foi com estas palavras que Nuno Serra iniciou a sua intervenção, esta quinta-feira, no debate sobre a preparação da época de incêndios.
De seguida, o social-democrata frisou que se a visão do que é a preparação do combate já é aterradora, o que está ao nível da prevenção florestal não é melhor. “A atitude continua a ser culpar os proprietários, os habitantes do mundo rural, agravando e intensificando os problemas das suas economias, onde naturalmente se insere a gestão sustentável dos combustíveis, mas que este governo, com meia dúzia de soluções avulsas apresentadas se afastam cada vez mais do saber científico ou empírico. A aposta na aparente ilusão de que faz prevenção, está a cegar o poder político e engana os cidadãos e opinion markeres, que de repente já todos sabem como fazer para prevenir e combater os fogos florestais”.
Criticando a postura do executivo, que acusou de andar em “campanha eleitoral permanente”, o deputado lembrou que o governo começou por acusar os eucaliptos pela dimensão dos fogos. Depois “culpabilizou os proprietários pela má gestão dos seus terrenos e responsabilizou-os de prejudicar terceiros, duplicando as coimas e impondo prazos absurdos. E ainda criou novas obrigações legais sem qualquer rigor técnico, cujo efeito tem precisamente o oposto ao pretendido: aumentam a produtividade primária, isto é o crescimento dos matos, tornado mais frequente a necessidade da sua gestão e consequentemente encarecendo-a cada vez mais e inviabilizando a rentabilidade do território”.
Face a este cenário, Nuno Serra declarou que “cortar árvores junto das casas, com distâncias patéticas, e roçar mato na berma da estrada não é o que se esperava da prevenção estrutural que Portugal merecia depois do que aconteceu no ano passado. A prevenção estrutural ao nível da silvicultura é muito mais que isso”.
Lamentando que o governo continue fechado na sua propaganda, desprezando qualquer conselho ou proposta da oposição, Nuno Serra concluiu afirmando que o executivo não pode continuar a usar a floresta como uma moeda de troca política ou uma forma fácil de fazer propaganda.

04-04-2018 Partilhar Recomendar
15-02-2019
Governo empata esquadra da Ponta do Sol com mudança do local
    Sara Madruga da Costa afirmou que “existe uma estratégia para adiar a resolução deste problema”.
06-02-2019
“Aguardar 1000 dias por uma consulta é fortalecer o SNS?”
    No debate quinzenal com o Primeiro-Ministro, Fernando Negrão lamentou que António Costa não “sinta vergonha de ter feito parte do governo que deixou o país em bancarrota”.
25-01-2019
Fernando Negrão acusa Governo de estar a “destruir o Serviço Nacional de Saúde”
    O líder da bancada do PSD lamentou a desumanidade e insensibilidade social manifestada pelo Primeiro-Ministro.
24-01-2019
Cristóvão Crespo e José de Matos Rosa preocupados com o corte e roubo de sobreiros e cortiça em Ponte de Sor
    Os sociais-democratas questionaram os Ministros da Administração Interna e da Agricultura sobre esta situação.
18-01-2019
O mau estado a que chegaram os nossos serviços públicos é uma realidade que emerge
    Rui Cruz afirmou que o governo já não consegue negar essa evidência.
04-01-2019
Governo não pode continuar a adiar os recursos adequados à segurança dos cidadãos
    O alerta foi deixado por Rui Cruz no debate do Projeto de Lei para o reforço das medidas de segurança nos Estabelecimentos de Restauração e Bebidas.
04-01-2019
Governo tardou na alteração ao regime do exercício da atividade de segurança privada
    Luís Marques Guedes afirmou que a expetativa criada com a demora “acabou gorada”.
21-12-2018
“Governo tem estado refém de compromissos políticos que aniquilam parte do potencial produtivo do país”
    Emília Cerqueira assinalou as opções erradas do executivo em matéria florestal.
21-12-2018
PSD contesta alterações ao Regime Jurídico das Armas e Munições
    Andreia Neto considera que o governo apresenta “soluções altamente controversas e sem qualquer tipo de justificação”.
27-11-2018
“Orçamento despreza, ignora e hipoteca o futuro do sector agrícola e florestal”
    Maurício Marques lamenta que a agricultura seja o “parente pobre” desta solução governativa.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas