Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Com o governo das esquerdas o investimento no SNS é 27,5% inferior ao do período da troika
Simão Ribeiro frisou que o PCP e o BE são tão responsáveis pela situação do SNS como o PS.
No encerramento do debate de urgência que o Grupo Parlamentar do PSD marcou sobre a situação da saúde em Portugal, Simão Ribeiro sublinhou que este debate serviu para expor os resultados das políticas do PS, PCP e BE para o setor da saúde.
Segundo o social-democrata, o que se ouviu foi, de um lado, as profissões de fé do PS, e, do outro, a habitual incoerência política PCP e do Bloco que fingem criticar um governo que apoiam.
Perante as afirmações de que o SNS está hoje melhor do que em 2015, o parlamentar deu voz aos portugueses que perguntam se estar melhor aumentar o tempo médio de espera para uma consulta hospitalar de 115 para 121 dias. “Estar melhor um doente esperar 1046 dias para uma consulta de oftalmologia no Hospital de Chaves? Estar melhor é um doente esperar 560 dias para uma consulta de neurocirurgia no Hospital de Faro? Estar melhor é os doentes não terem acesso à medicação ou aos tratamentos de que necessitam, os hospitais estarem a rebentar pelas costuras e os doentes internados ficarem dias e dias em macas nos corredores, sem um mínimo de condições e um mínimo de dignidade? E ainda, perguntam os portugueses, é o investimento público no SNS ter caído 27,5% entre 2015 e 2017? Leia-se, hoje o investimento no SNS é 27,5% abaixo do que era em pleno programa de ajustamento da troika”.
De seguida, Simão Ribeiro referiu que perante este descalabro, “o Ministro da Saúde submete-se à mão firme do Imperador Europeu Centeno, o mesmo Ministério que, durante três anos, lhe negou os meios que evitassem o colapso em que se encontra a grande maioria dos hospitais do SNS”.
Quanto ao PCP e BE, que fingem nada ter a ver com os resultados do setor da saúde, o social-democrata criticou o “descaramento político” destes partidos é de tal ordem que até fingem ser partidos da oposição. “O PCP e o BE são tão responsáveis como o PS e a irrelevância política do Ministro da Saúde é hoje já assumida pela generalidade dos agentes políticos e dos parceiros sociais”, concluiu.


29-03-2018 Partilhar Recomendar
13-07-2018
“A geringonça está a mutilar o Serviço Nacional de Saúde”
    Adão Silva considera que a atual governação originou um “SNS mutilado, claudicante e sem servir às pessoas”.
12-07-2018
Governo volta a falhar no Hospital de Santarém
    Os deputados eleitos pela Região constataram essa realidade após reunirem com a Administração do Hospital Distrital de Santarém.
05-07-2018
“O INFARMED não se vai deslocalizar para a cidade do Porto”
    A conclusão foi retirada por Ricardo Baptista Leite após ouvir o Ministro da Saúde.
05-07-2018
“Hospital da Madeira continua a não ser uma prioridade para este Governo”
    Sara Madruga da Costa desafiou o executivo a cumprir com a sua palavra e honrar os compromissos que assumiu com os madeirenses.
05-07-2018
Cristóvão Norte apela ao Ministro da Saúde que eleja o Algarve como prioridade
    O deputado lamentou que o Algarve tenha ficado de fora das prioridades do governo para a construção de novos hospitais.
05-07-2018
Fátima Ramos considera que a construção da nova maternidade é crucial para Coimbra
    A deputada lamentou que os anúncios ainda não se tenham concretizado.
05-07-2018
Governo continua a adiar a construção da futura ala pediátrica do Hospital de São João
    Simão Ribeiro lembra que passaram três meses e o concurso para a obra ainda não foi lançado.
05-07-2018
“Governo reconhece que o acesso à saúde está a piorar de ano para ano”
    Segundo Luís Vales esse reconhecimento está patente no Relatório sobre o Acesso aos Cuidados de Saúde no SNS.
05-07-2018
PSD exige respostas do governo sobre a transferência do INFARMED para o Porto
    Adão Silva enfatizou que as deslocalizações e descentralizações têm de ser feitas de forma prudente e sensata.
04-07-2018
Deputados do PSD acusam Governo de irresponsabilidade total na gestão das 35 horas nos hospitais
    Duarte Marques, Teresa Leal Coelho e Nuno Serra estiveram no terreno a avaliar as consequências da decisão do executivo.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas