Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
“Importa assegurar que as pessoas são atendidas com qualidade, com eficácia e de forma rápida”
A posição foi assumida por Laura Magalhães no debate de iniciativas na área das dependências.
O Parlamento debateu, esta sexta-feira, várias iniciativas na área das dependências. Em representação do PSD, Laura Magalhães começou por se referir à iniciativa do PCP que que recomenda ao governo o reforço da capacidade das respostas públicas na área da toxicodependência e alcoolismo. Segundo a deputada, “quem ler o Projeto do PCP fica com a ideia de que o PCP não apoia o atual governo. Para além das habituais críticas aos anteriores governos, acusa o atual de continuar a destruir a resposta pública na área das dependências. Que rica união de facto que temos aqui”. Dirigindo-se à bancada comunista, a deputada recordou que “passados 2 anos a união de facto é similar ao casamento civil. Pois é, os senhores também têm culpa na matéria”.
A deputada destacou ainda a incoerência e a “profissão de fé” que os comunistas fazem em relação o setor privado e social, ao defenderam a celebração de contratos com os setores social e privado, numa perspetiva de complementaridade.
No que respeita aos bloquistas, Laura Magalhães afirmou que são poucas novidades se encontram nas suas recomendações ao governo, para além da denúncia de falta de recursos financeiros, profissionais e meios. “O BE diz que faltam meios, mas depois apoia e aprova as políticas do Governo que desinvestem no Serviço Nacional de Saúde. Nada de novo vindo de um partido que trocou a sua coerência por migalhas do poder”.
Em relação à posição do PSD, a parlamentar afirmou que para os sociais-democratas importa assegurar que as pessoas são atendidos com qualidade, com eficácia e de forma rápida. “O modelo atual, em que ao SICAD compete o planeamento e o acompanhamento, e às ARS a componente operacional, consideramos que ainda não foram exploradas todas as suas potencialidades. O PSD entende que o Governo deve melhorar e reforçar a articulação entre as estruturas do SNS, nomeadamente com os cuidados de saúde primários e hospitalares, e deve proporcionar condições para um maior envolvimento do SNS, integrando melhor as políticas, reforçando mais os programas e aprofundando a articulação das respostas”.
A terminar, Laura Magalhães enfatizou que o combate às dependências precisa de todos e de todo o Serviço Nacional de Saúde e que as propostas em discussão não parecem responder a esta necessidade.

23-03-2018 Partilhar Recomendar
20-09-2018
Saúde: “a realidade contraria a propaganda do governo”
    Ricardo Baptista Leite considerou “antissocial e totalmente incompreensível” a decisão do governo de excluir todos os doentes com necessidades paliativas da Rede Nacional de Cuidados Continuados.
19-09-2018
Fátima Ramos participa nas cerimónias do 39º aniversário do Serviço Nacional de Saúde
    A deputada destacou a importância destas iniciativas num momento em que o SNS vive várias dificuldades.
13-07-2018
“A geringonça está a mutilar o Serviço Nacional de Saúde”
    Adão Silva considera que a atual governação originou um “SNS mutilado, claudicante e sem servir às pessoas”.
12-07-2018
Governo volta a falhar no Hospital de Santarém
    Os deputados eleitos pela Região constataram essa realidade após reunirem com a Administração do Hospital Distrital de Santarém.
05-07-2018
“O INFARMED não se vai deslocalizar para a cidade do Porto”
    A conclusão foi retirada por Ricardo Baptista Leite após ouvir o Ministro da Saúde.
05-07-2018
“Hospital da Madeira continua a não ser uma prioridade para este Governo”
    Sara Madruga da Costa desafiou o executivo a cumprir com a sua palavra e honrar os compromissos que assumiu com os madeirenses.
05-07-2018
Cristóvão Norte apela ao Ministro da Saúde que eleja o Algarve como prioridade
    O deputado lamentou que o Algarve tenha ficado de fora das prioridades do governo para a construção de novos hospitais.
05-07-2018
Fátima Ramos considera que a construção da nova maternidade é crucial para Coimbra
    A deputada lamentou que os anúncios ainda não se tenham concretizado.
05-07-2018
Governo continua a adiar a construção da futura ala pediátrica do Hospital de São João
    Simão Ribeiro lembra que passaram três meses e o concurso para a obra ainda não foi lançado.
05-07-2018
“Governo reconhece que o acesso à saúde está a piorar de ano para ano”
    Segundo Luís Vales esse reconhecimento está patente no Relatório sobre o Acesso aos Cuidados de Saúde no SNS.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas