Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Brexit: proteção dos direitos dos nossos cidadãos a residir no Reino Unido é uma prioridade para o PSD
Carlos Gonçalves recordou ao Primeiro-Ministro que vivem 400 mil portugueses no Reino Unido.
No debate sobre as prioridades da presidência da Bulgária no Conselho da União Europeia e de preparação do próximo Conselho Europeu, Carlos Gonçalves confrontou o Primeiro-Ministro com o processo de saída do Reino Unido da União Europeia.
A um ano da efetivação desta saída, o deputado refere ser “fundamental preservar o futuro da União Europeia e defender as nossas políticas comuns, ou seja, dar continuidade ao que somos como europeus. Sabemos por isso a dificuldade do processo negocial mas estamos num momento em que é essencial passar das simples declarações de intenções para a concretização de compromissos quanto ao futuro do relacionamento entre o Reino Unido e a União”.
Do ponto de vista do social-democrata, a atual indefinição apenas contribui para criar um sentimento de incerteza que em nada ajuda este processo. “Um sentimento de incerteza que também é vivido no plano bilateral visto que o Reino Unido, para além dos laços históricos que tem com o nosso país, é um dos principais parceiros económicos de Portugal, numa relação que é aprofundada pelo facto de viverem cerca de 400 mil portugueses no Reino Unido e cerca de 40 mil britânicos em Portugal. É por isso que é para nós evidente ser necessário ter um conhecimento o mais concreto possível das consequências diretas do Brexit na relação bilateral entre os nossos dois países”.
No plano económico, Carlos Gonçalves recorda que o PSD presentou um Projeto de Resolução no qual recomenda ao Governo a realização de um estudo sobre as implicações da saída do Reino Unido da União Europeia para a economia portuguesa e para as nossas empresas que terão de se adaptar a uma nova realidade com novas oportunidades e, também, novos obstáculos. “Por outro lado, para o PSD a proteção dos direitos dos nossos cidadãos a residir no Reino Unido é uma clara prioridade e, apesar de alguns avanços na negociação no âmbito das políticas de imigração, são ainda muitas as dúvidas no que se refere ao futuro da nossa comunidade, seja aquela que já lá residia no momento do Brexit, seja aquela que chega no período transitório ou ainda e, não menos importante, aquela que irá chegar no futuro. Considerando que no Reino Unido vivem cerca de 3 milhões de cidadãos da União, percebe-se que pela dimensão da nossa comunidade, que Portugal poderá vir a ser um dos países mais afetados pelas decisões que forem tomadas sobre a livre circulação de pessoas. A situação que os nossos nacionais vivem no Reino Unido é uma situação, a vários títulos, excecional. O PSD já o afirmou várias vezes, e volta aqui hoje a dizê-lo”.
Tendo em conta esta realidade, o social-democrata refere que “é chegado o tempo dos serviços externos do Ministério dos Negócios Estrangeiros darem uma resposta adequada a esta nova realidade indo, finalmente, ao encontro das necessidades, no plano administrativo e social, da nossa comunidade residente no Reino Unido. Essa é também a expetativa da nossa comunidade”.

15-03-2018 Partilhar Recomendar
18-05-2018
Duarte Marques: “Portugal é um dos países que mais tem a ganhar com a participação europeia”
    O deputado destacou as oportunidades que as verbas da coesão trazem ao país e defendeu que os territórios de baixa densidade devem ser valorizados na distribuição das verbas.
09-05-2018
Europa: PSD não aceita cortes na Política de Coesão e na Política Agrícola Comum
    Rubina Berardo frisou que os sociais-democratas tudo farão para defender os interesses de Portugal.
15-03-2018
Europa: discurso do governo varia conforme a plateia que tem pela frente
    Rubina Berardo considera que a “espargata que o governo tenta fazer entre as conversas que tem no Conselho Europeu e as conversas que tem com os seus parceiros de governo não é recomendável nem credível”.
05-01-2018
Governo afastou o Parlamento do processo negocial para a entrada de Portugal na Cooperação Estruturada Permanente
    Costa Neves salientou a importância de o Parlamento ser envolvido e escrutinar todo este processo.
15-12-2017
PSD condena posição de Martin Schulz relativamente ao federalismo europeu e à expulsão automática de Estados-Membros da União Europeia
    Duarte Marques considera que é inaceitável a posição expressa pelo ex-Presidente do Parlamento Europeu.
06-12-2017
“Portugal deve aderir à Cooperação Estruturada Permanente”
    A posição dos sociais-democratas foi expressa pelo deputado Costa Neves.
06-12-2017
Política Europeia: Miguel Morgado assinala “problema grave de amnésia” de António Costa
    O Vice-Presidente da bancada do PSD aproveitou ainda para sublinhar a posição do PSD em relação à entrada de Portugal na Cooperação estruturada Permanente.
27-10-2017
PSD repudia extensão do mandato do Presidente do Eurogrupo
    Duarte Marques lamentou que a palavra dada pelo governo em Portugal seja “desonrada” em Bruxelas.
18-10-2017
Miguel Morgado critica “total ausência de política europeia” do governo
    O social-democrata fala em falta de credibilidade, dando como exemplo a contradição do executivo em relação à manutenção do Presidente do Eurogrupo.
18-09-2017
CETA significa a concretização de uma efetiva cooperação política e económica entre a União Europeia e o Canadá
    José Cesário reconheceu que este acordo implica grandes desafios para o nosso universo empresarial e laboral.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas