Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Miguel Santos assinala “enorme cinismo político” do PCP
Perante o regresso dos comunistas ao protesto, o social-democrata recordou que o PCP apoia esta política e este governo.
Miguel Santos colocou em evidência o enorme “cinismo político” dos comunistas, durante a Interpelação ao Governo sobre “política geral centrada nas necessidades de investimento nos serviços públicos, nomeadamente nos setores da Saúde, Educação, Transportes e Comunicações”.
Dirigindo-se à bancada do PCP, o Vice-Presidente da bancada do PSD recordou que os comunistas fizeram um acordo de governação onde o PCP “estabeleceu os princípios que entendeu. Neste momento, passado este período, o senhor traz um role de reivindicações, uma lista de protestos sobre várias matérias que o senhor gostava que estivessem a acontecer mas não estão. A pergunta que deixo é: regressando o PCP à figura do protesto, a quem é que o senhor dirige o seu protesto e as suas reivindicações”, questionou.
De seguida, o parlamentar lembrou que durante um ano e meio o PCP não se ouviu nessa fórmula, antes pelo contrário, “aquilo que assistimos foi ao elogio mútuo nos debates quinzenais com o Primeiro-Ministro sobre temas mais ou menos combinados”. Sublinhando que agora são indisfarçáveis os problemas que o país atravessa, Miguel Santos deu o exemplo do que se passa no setor da saúde: “faltam médicos, não há concursos para psicólogos, faltam enfermeiros, faltam técnicos de diagnóstico e terapêutica, não há as UFS novas que eram previsíveis, faltam equipamentos, as listas de espera de cirurgias e de consultas aumentam, falta resposta do INEM, falta resposta nas urgências hospitalares, os concursos que o senhor Ministro continuamente promete não são abertos, as PPP são renovadas e a dívida total do SNS a fornecedores externos aumentou 37,1%. Em matéria de investimento, o investimento no SNS entre 2015 e 2017 caiu 27,5%”.
Face a este cenário, Miguel Santos sentenciou que “agora que os problemas se agigantam o PC e o BE não assumem qualquer responsabilidade. Apresentam-se com a denúncia, como se não fosse nada da sua responsabilidade. É um enorme cinismo político. O PC e o BE apoiam este governo, apoiam esta política e este governo só existe porque o PC e o BE o viabilizam”, frisou.

15-02-2018 Partilhar Recomendar
20-09-2018
Saúde: “a realidade contraria a propaganda do governo”
    Ricardo Baptista Leite considerou “antissocial e totalmente incompreensível” a decisão do governo de excluir todos os doentes com necessidades paliativas da Rede Nacional de Cuidados Continuados.
19-09-2018
Fátima Ramos participa nas cerimónias do 39º aniversário do Serviço Nacional de Saúde
    A deputada destacou a importância destas iniciativas num momento em que o SNS vive várias dificuldades.
13-07-2018
“A geringonça está a mutilar o Serviço Nacional de Saúde”
    Adão Silva considera que a atual governação originou um “SNS mutilado, claudicante e sem servir às pessoas”.
12-07-2018
Governo volta a falhar no Hospital de Santarém
    Os deputados eleitos pela Região constataram essa realidade após reunirem com a Administração do Hospital Distrital de Santarém.
05-07-2018
“O INFARMED não se vai deslocalizar para a cidade do Porto”
    A conclusão foi retirada por Ricardo Baptista Leite após ouvir o Ministro da Saúde.
05-07-2018
“Hospital da Madeira continua a não ser uma prioridade para este Governo”
    Sara Madruga da Costa desafiou o executivo a cumprir com a sua palavra e honrar os compromissos que assumiu com os madeirenses.
05-07-2018
Cristóvão Norte apela ao Ministro da Saúde que eleja o Algarve como prioridade
    O deputado lamentou que o Algarve tenha ficado de fora das prioridades do governo para a construção de novos hospitais.
05-07-2018
Fátima Ramos considera que a construção da nova maternidade é crucial para Coimbra
    A deputada lamentou que os anúncios ainda não se tenham concretizado.
05-07-2018
Governo continua a adiar a construção da futura ala pediátrica do Hospital de São João
    Simão Ribeiro lembra que passaram três meses e o concurso para a obra ainda não foi lançado.
05-07-2018
“Governo reconhece que o acesso à saúde está a piorar de ano para ano”
    Segundo Luís Vales esse reconhecimento está patente no Relatório sobre o Acesso aos Cuidados de Saúde no SNS.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas