Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Miguel Santos assinala “enorme cinismo político” do PCP
Perante o regresso dos comunistas ao protesto, o social-democrata recordou que o PCP apoia esta política e este governo.
Miguel Santos colocou em evidência o enorme “cinismo político” dos comunistas, durante a Interpelação ao Governo sobre “política geral centrada nas necessidades de investimento nos serviços públicos, nomeadamente nos setores da Saúde, Educação, Transportes e Comunicações”.
Dirigindo-se à bancada do PCP, o Vice-Presidente da bancada do PSD recordou que os comunistas fizeram um acordo de governação onde o PCP “estabeleceu os princípios que entendeu. Neste momento, passado este período, o senhor traz um role de reivindicações, uma lista de protestos sobre várias matérias que o senhor gostava que estivessem a acontecer mas não estão. A pergunta que deixo é: regressando o PCP à figura do protesto, a quem é que o senhor dirige o seu protesto e as suas reivindicações”, questionou.
De seguida, o parlamentar lembrou que durante um ano e meio o PCP não se ouviu nessa fórmula, antes pelo contrário, “aquilo que assistimos foi ao elogio mútuo nos debates quinzenais com o Primeiro-Ministro sobre temas mais ou menos combinados”. Sublinhando que agora são indisfarçáveis os problemas que o país atravessa, Miguel Santos deu o exemplo do que se passa no setor da saúde: “faltam médicos, não há concursos para psicólogos, faltam enfermeiros, faltam técnicos de diagnóstico e terapêutica, não há as UFS novas que eram previsíveis, faltam equipamentos, as listas de espera de cirurgias e de consultas aumentam, falta resposta do INEM, falta resposta nas urgências hospitalares, os concursos que o senhor Ministro continuamente promete não são abertos, as PPP são renovadas e a dívida total do SNS a fornecedores externos aumentou 37,1%. Em matéria de investimento, o investimento no SNS entre 2015 e 2017 caiu 27,5%”.
Face a este cenário, Miguel Santos sentenciou que “agora que os problemas se agigantam o PC e o BE não assumem qualquer responsabilidade. Apresentam-se com a denúncia, como se não fosse nada da sua responsabilidade. É um enorme cinismo político. O PC e o BE apoiam este governo, apoiam esta política e este governo só existe porque o PC e o BE o viabilizam”, frisou.

15-02-2018 Partilhar Recomendar
01-07-2010
Mercês Borges contesta justiça social das propostas de alteração à comparticipação de medicamentos
    A afirmação da social-democrata surgiu durante o debate sobre a política do medicamento.
01-07-2010
“PSD tem história e créditos firmados em matéria de política do medicamento”
    A afirmação foi feita por Clara Carneiro durante um debate sobre saúde.
01-07-2010
PSD defende “relação de mútua e estreita confiança entre médico e doente”
    Teresa Fernandes apresentou a posição dos sociais-democratas sobre a prescrição de medicamentos.
30-06-2010
Deputados do PSD questionam Presidente do INEM
    Paulo Cavaleiro e Carla Barros colocaram questões relacionadas com o CODU, os enfermeiros e as viaturas do INEM.
30-06-2010
Deputados do PSD questionam Ministra da Saúde
    Sociais-democratas colocam questões relacionadas com as despesas do sector da saúde, o Programa Funcional do novo Hospital de Lisboa, os problemas da Associação Nacional dos Laboratórios Clínicos, o Hospital do Barlavento Algarvio e a referenciação de radioterapia.
25-06-2010
Falta de médicos em Benavente alarma sociais-democratas
    Deputados do PSD eleitos por Santarém questionam Ministra da Saúde a fim de saber quando é que o problema vai ser resolvido.
25-06-2010
Adão Silva inquietado com o futuro do laboratório de saúde pública de Bragança
    Social-democrata questionou a Ministra da Saúde sobre o possível encerramento de mais um serviço de saúde.
25-06-2010
PSD quer que transferência de farmácias dentro do município passe a ser condicionada pela salvaguarda da acessibilidade das populações aos medicamentos
    O PSD apresentou um Projecto de Lei através do qual pretende condicionar a possibilidade da transferência das farmácias dentro do mesmo município à salvaguarda da acessibilidade das populações aos medicamentos fornecidos por esses estabelecimentos.
18-06-2010
Nuno Reis vê confirmada a construção do novo Hospital de Barcelos
    O social-democrata lamentou as incongruências entre o Primeiro-Ministro e o Ministério da Saúde.
18-06-2010
Condições de funcionamento do INEM preocupam o PSD
    Clara Carneiro referiu que este Instituto Médico funciona com 102 enfermeiros em vez dos 300 necessários.
Início Anterior Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas