Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Crescimento Económico: com este governo Portugal cresce pouco
Hugo Soares recordou que apesar da conjuntura externa extremamente favorável, dos 27 países da União Europeia, Portugal só está à frente de 7.
Para Hugo Soares os resultados do crescimento económico revelam a “ambição poucochinha” do governo e do Primeiro-Ministro. No debate quinzenal com o Primeiro-Ministro centrado em torno do tema “Economia, Inovação e Conhecimento”, o líder parlamentar do PSD começou por elogiar os agentes económicos, os trabalhadores, as empresas, os portugueses e o governo pelos resultados conhecidos, mas lamentou que o governo não esteja a aproveitar a conjuntura. Recordando que o executivo tem beneficiado uma conjuntura externa extremamente favorável, o social-democrata afirmou que dos 27 países da União Europeia, Portugal só está à frente de 7. No que respeita às políticas para a inovação, tema que António Costa trouxe ao Parlamento, Hugo Soares desafiou o Primeiro-Ministro a aprovar as medidas já propostas pelo PSD e recordou que o Roteiro para a Inovação que o governo vem agora promover já está a ser feito pelo Grupo Parlamentar do PSD há 2 meses.
De seguida, Hugo Soares repetiu a acusação de que o governo deu uma “machadada na legislação laboral” e, a propósito do caso da Autoeuropa, perguntou se António Costa acredita que existem “limites morais e éticos ao trabalho extraordinário” e se “pretende mudar a lei”. Perante o silêncio do governante, Hugo Soares acusou António Costa de “falta de respeito em relação à bancada do PSD” e disse que o que está na base desta questão é um “despacho que autoriza que trabalhadores possam fazer 850 horas de trabalho extraordinário no Porto de Lisboa”.
Outro dos temas abordados pelo social-democrata foi a da adoção ilegal de crianças denunciada numa reportagem televisiva. Frisando que “chega de silêncios ensurdecedores” e que “se há matéria em que o Estado não pode falhar é na proteger os mais frágeis”, Hugo Soares questionou se “foi determinada alguma auditoria aos serviços da Segurança Social e que acompanhamento esta o Governo a fazer àquelas mães”. Em face da resposta de António Costa, o líder da “bancada-laranja” afirmou que “a demissão do Governo de procurar saber o que aconteceu é uma vergonha nacional”.
A terminar, Hugo Soares abordou o tema dos lesados do BES para perguntar ao Primeiro-Ministro se “mantém a tese de que os contribuintes não vão pagar a sua solução para os lesados do BES”, adiantando que “o país está habituado a que o PS deixe as faturas para a frente, para os outros pagarem”.

14-02-2018 Partilhar Recomendar
20-09-2018
Pensões: introduzir equidade no sistema é o mais importante
    Mercês Borges alertou para a importância de se corrigir as injustiças existentes sem que se criem novas.
18-07-2018
Pessoas em situação de sem-abrigo: PSD defende a adoção de uma estratégia nacional
    Ana Oliveira afirmou que os sociais-democratas defendem uma estratégia assente em objetivos e avaliações reais.
13-07-2018
Educação: “o país assiste a um clima de instabilidade, de confrontação e de descrédito”
    Margarida Mano recordou que quem “prometia tranquilidade e motivação oferece hoje instabilidade e frustração”.
06-07-2018
Legislação laboral: finalmente o governo reconhece que muito do que se fez deu resultados e não deve ser demagogicamente revertido
    Clara Marques Mendes saudou ainda a mudança de posição dos socialistas em relação à importância da concertação social.
06-07-2018
Geringonça: “acabaram os tempos festivaleiros das reversões e agora é tempo dos encontrões”
    Adão Silva alertou ainda para a “traição” que o PS se prepara para fazer ao que foi acordado em concertação social.
29-06-2018
Ensino Superior: bolseiros e funcionários pedem estabilidade, Investigadores pedem previsibilidade
    Margarida Mano alertou para a incapacidade do governo para resolver os problemas do sector.
29-06-2018
Subfinanciamento do Ensino Superior é culpa é de quem aprovou os últimos orçamentos: PS, PCP e Bloco
    Para Álvaro Batista esta é apenas mais uma prova da “incompetência das esquerdas para governar”.
29-06-2018
“Sem financiamento, PREVPAP e Emprego Científico não são mais que uma aldrabice política”
    Duarte Marques enfatiza que o governo criou um mundo de ilusões para o Ensino Superior e Ciência que não passava de um “embuste político”.
29-06-2018
Nilza de Sena: “não há Ministro no Ensino Superior”
    A deputada considera a intervenção do governante “cheia de generalidades, banalidades e distrações”.
29-06-2018
Pedro Pimpão defende reforço das Instituições de Ensino Superior em Portugal
    O deputado considera que o BE deve fazer um ato de contrição relativamente à situação de subfinanciamento que este Governo tem provocado.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas