Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
“PSD não é contra a utilização da canábis para fins terapêuticos”
Cristóvão Simão Ribeiro adiantou que os sociais-democratas não confundem a utilização da canábis para fins recreativos, com a sua utilização para fins terapêuticos.
Cristóvão Simão Ribeiro frisou que o PSD não tem nenhuma espécie de visão retrógrada ou dogmática em relação à utilização da canábis para fins terapêuticos. No debate de iniciativas sobre esta matéria, o social-democrata enfatizou que o “PSD não é contra a utilização da canábis para fins terapêuticos”, enfatizando contudo que o PSD não confunde a utilização da canábis para fins recreativos, com a sua utilização para fins terapêuticos.
De seguida, o parlamentar destingiu as iniciativas do BE e do PAN, que defendem a legalização da canábis para consumo e o seu cultivo, do Projeto de Resolução do PCP que é “mais aviado e sensato” e que recomenda ao Governo que faça uma análise da utilização da canábis naquilo que tem a ver com a saúde pública.
Centrando-se nas duas primeiras iniciativas, o deputado reconheceu que elas determinam que a obtenção da canábis seja feita com base em prescrição médica, mas omitem a penalização aos que a possam ceder a terceiros. “Por outro lado, trata-se de uma matéria que parece ser tratada de uma forma ligeira, porque esquece-se, muitas vezes, dos potenciais perigos que uma substância como a canábis possa ter para a saúde pública, nomeadamente no que diz respeito a doenças mentais, quando utilizada de forma continuada. Aquilo que dizemos é que, no mínimo, há uma necessidade de aprofundar técnica e cientificamente a utilização desta substância”, referiu o deputado.
Reafirmando que o PSD não é contra a utilização da canábis para fins terapêuticos, Cristóvão Simão Ribeiro afirmou que essa utilização deve ser inserida no contexto da política do medicamento prosseguida pelo Estado Português, designadamente por via do INFARMED.

11-01-2018 Partilhar Recomendar
18-10-2018
PSD defende uma maior autonomia na contratação de profissionais por parte dos hospitais do SNS
    Fátima Ramos rejeitou “o sectarismo ideológico e a visão distorcida da história” de PCP e BE.
18-10-2018
PSD defende a construção urgente da nova ala pediátrica do São João
    Luís Vales apresentou a iniciativa dos sociais-democratas e apelou a todos os partidos que coloquem os interesses das crianças à frente das questões ideológicas.
12-10-2018
Hospital da Madeira: deputados do PSD eleitos pela Região exigem a correção da decisão do Conselho de Ministros
    Os sociais-democratas exigem que António Costa honre o compromisso assumido de financiar a obra em 50%.
11-10-2018
Vacinação: Portugal não pode descansar sobre os resultados alcançados
    António Topa reconheceu que o nosso país tem um Programa Nacional de Vacinação bom, universal, gratuito e acessível.
11-10-2018
Laura Magalhães: “as políticas de combate à droga não devem ser ambíguas”
    A deputada apelou ao consenso em torno de medidas que visem o combate ao consumo de drogas ilícitas.
04-10-2018
Helga Correia exige respostas urgentes para o hospital de Oliveira de Azeméis
    Exigência surge após uma visita a esta unidade hospitalar.
04-10-2018
“Só fala constantemente do passado quem tem medo do presente e de assumir as responsabilidades”
    Simão Ribeiro desafiou os partidos da esquerda a assumirem as suas responsabilidades pelos problemas nos serviços públicos.
04-10-2018
Atrasos e dívidas do governo afetam a saúde dos madeirenses
    Sara Madruga da Costa e Rubina Berardo reuniram com o Secretário Regional da Saúde.
01-10-2018
Deputados do PSD reúnem com a Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo
    Os sociais-democratas eleitos pelo distrito de Santarém saíram da reunião preocupados com a falta de investimento e com o fracasso da descentralização.
28-09-2018
O Hospital da Madeira não pode ser arma de arremesso político
    Sara Madruga da Costa lamenta que o governo tenha demorado três anos a tomar uma decisão sobre uma infraestrutura que é fundamental para os madeirenses.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas