Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Raríssimas: “é o momento de agir sem contemplações, doa a quem doer”
Segundo Clara Marques Mendes “o governo falhou na ação de fiscalização que lhe compete”.
“Os acontecimentos dos últimos dias sobre a Associação Raríssimas exigem do poder político firmeza na preservação e no reforço do sector social e prestação de contas por, mais uma vez, ter falhado num papel fundamental do Estado. Exigem também que não se faça um aproveitamento político deste caso para desacreditar das boas ideias ou das melhores instituições sociais”. Estas foram as palavras iniciais de Clara Marques Mendes, numa Declaração Política em nome do PSD.
De seguida, a parlamentar sublinhou que as instituições sociais desempenham um papel notável no apoio a quem dele mais precisa. “Estão próximas das pessoas e por isso são quem melhor e de forma mais eficaz consegue dar as respostas aos mais frágeis, aos mais vulneráveis. E assim deve ser. E assim deve continuar a ser. Um mau exemplo de gestão, prepotência ou abuso de poder não pode contaminar todo um vasto sector que presta ao país e às pessoas mais vulneráveis um dos mais relevantes serviços de voluntariado e solidariedade social”.
No que respeita à atuação do executivo, a deputada afirmou que “o governo falhou na ação de fiscalização que lhe compete. Depois de ter sido alertado por diversas vezes. E ao falhar esta fiscalização falhou perante a sociedade. O rosto deste falhanço é agora o Ministro Vieira da Silva. E perante mais este falhanço do Governo, o Senhor Ministro nada consegui esclarecer. Por isso, este deve ser o momento para esclarecer o que há a esclarecer, para assumir responsabilidades, para sancionar quem merece ser sancionado e para refletir sobre o que há ou não há a fazer para evitar que estas situações se repitam. Tudo em homenagem a um valor maior que há a preservar: o valor das instituições de solidariedade social.”
Ainda sobre a atuação do executivo, Clara Marques Mendes recordou que cabe ao Estado o dever de fiscalizar. “E, perante uma denúncia de irregularidades, uma denúncia reiterada e ainda por cima uma denúncia relativa a uma instituição a que o Ministro esteve anteriormente ligado, impunha-se firmeza, rapidez e transparência na ação. Infelizmente, não foi isso que vimos. Em vez de rapidez optou-se pelo deixar andar. Optou-se por vetos de gaveta. Em vez da transparência houve uma omissão tão grave que, a não ser devidamente explicada, bem pode confundir-se com conivência. Há, portanto, muito a esclarecer, mas há também, desde já, muitas responsabilidades a assumir”.
Sublinhando que o PSD espera que “haja coragem para mão pesada em relação a quem prevaricou, seja por ação, seja por omissão”, Clara Marques Mendes concluiu declarando que “o importante é agir sempre sem contemplações, doa a quem doer.”

13-12-2017 Partilhar Recomendar
18-12-2019
O Grupo Parlamentar do PSD deseja a todos umas Boas Festas
   
14-11-2019
Grupo Parlamentar do PSD elegeu Coordenadores e Vice-coordenadores
   
24-01-2019
“Só um crescimento económico robusto e continuado poderia sustentar uma estratégia para erradicar a pobreza”
    Rui Cruz lamentou que o governo se tenha resignado e que, em consequência, mais de 2 milhões de portugueses ainda se achem em risco de pobreza ou exclusão social.
28-02-2018
"Não abdicamos de representar os portugueses que não se revêm neste governo”
    Santa Casa no Montepio: a nossa posição é muito clara, “somos contra”.
06-02-2018
Seminário sobre o “Mecanismo Europeu de Proteção Civil”
    Conheça o Programa e Participe.
10-05-2017
Luís Montenegro desafia o governo a fazer uma reforma da Segurança Social e “não remendos”
    O social-democrata exigiu a António Costa a máxima seriedade e respeito pelos atuais e futuros pensionistas.
04-05-2017
As reformas estruturais que foram feitas pelo governo PSD/CDS estão hoje a dar resultados positivos para o país
    Segundo Clara Marques Mendes esses resultados positivos refletem-se na geração de emprego e na redução do desemprego.
04-05-2017
Contratação coletiva: BE e PCP em competição e PS a tentar “passar entre os pingos da chuva”
    Adão Silva apelou ao PS para afirmar se está do lado da concertação social ou da sindicalização deste processo.
04-05-2017
Pedro Roque lembra que a contratação coletiva tem vindo a aumentar
    O deputado considera que esse aumento é fruto do acordo de concertação social aprovado durante a vigência do anterior governo.
04-05-2017
Resultados da reforma laboral do anterior governo estão à vista: emprego a aumentar e desemprego a diminuir
    O resultado desta reforma foi realçado pela deputada Susana Lamas.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
10-07-2020 Sessão Plenária
14-07-2020 Comissões parlamentares
15-07-2020 Comissões parlamentares
16-07-2020 Comissões parlamentares
17-07-2020 Comissões parlamentares
22-07-2020 Sessão Plenária
23-07-2020 Sessão Plenária
24-07-2020 Comissões parlamentares
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas