Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Política Europeia: Miguel Morgado assinala “problema grave de amnésia” de António Costa
O Vice-Presidente da bancada do PSD aproveitou ainda para sublinhar a posição do PSD em relação à entrada de Portugal na Cooperação estruturada Permanente.
No debate preparatório do Conselho Europeu, Miguel Morgado colocou em evidência a mudança de opinião do Primeiro-Ministro em relação à União económica e monetária. Recordando que António Costa disse há 2 anos que este tema era tabu, o Vice-Presidente da bancada do PSD apelou ao governante para que ultrapasse o seu “problema grave de amnésia” e se lembre que as propostas que a Comissão Europeia agora apresenta refletem, em larga escala, o relatório dos 5 Presidentes, que data de junho de 2015, e que contou com propostas do governo liderado pelo PSD. Lembra o social-democrata que, durante um ano, o PSD desafiou o governo a continuar o apoio a estas propostas. “Durante um ano o senhor nada disse sobre o assunto e, finalmente, quando percebeu que não tinha outra estratégia, veio falar que afinal apoiava o Fundo Monetário Europeu, o suporte orçamental para o Fundo de Resolução, um Fundo Europeu de Garantia de Depósitos, tudo propostas de 2015”.
Depois de escutar António Costa afirmar que existem propostas neste pacote com as quais não concorda, o deputado solicitou ao socialista para dizer quais são essas propostas e desafiou o governante a dizer se concorda com a proposta de criar um Ministro das Finanças Europeu.
No que respeita à entrada de Portugal na Cooperação estruturada Permanente, Miguel Morgado anunciou a posição favorável dos sociais-democratas, mas assinalou as três condições do PSD: “esta Cooperação estruturada Permanente não pode constituir uma relação adversarial com a nossa participação na NATO, a evolução da Cooperação estruturada Permanente não deve caminha para a construção de um exército europeu, nem deve obedecer ao princípio da especialização nas valências das forças armadas”.
A terminar, Miguel Morgado frisou que é preciso que haja uma declaração formal que encaminhe a evolução da Cooperação estruturada Permanente para o futuro e que deve estar associada à subscrição portuguesa da notificação.

06-12-2017 Partilhar Recomendar
06-12-2017
“Portugal deve aderir à Cooperação Estruturada Permanente”
    A posição dos sociais-democratas foi expressa pelo deputado Costa Neves.
27-10-2017
PSD repudia extensão do mandato do Presidente do Eurogrupo
    Duarte Marques lamentou que a palavra dada pelo governo em Portugal seja “desonrada” em Bruxelas.
18-10-2017
Miguel Morgado critica “total ausência de política europeia” do governo
    O social-democrata fala em falta de credibilidade, dando como exemplo a contradição do executivo em relação à manutenção do Presidente do Eurogrupo.
18-09-2017
CETA significa a concretização de uma efetiva cooperação política e económica entre a União Europeia e o Canadá
    José Cesário reconheceu que este acordo implica grandes desafios para o nosso universo empresarial e laboral.
07-07-2017
Duarte Marques faz balanço da participação de Portugal na União Europeia
    O social-democrata considera que Portugal deve continuar a contribuir ativamente para a agenda europeia.
23-05-2017
PSD propõe: avaliar o impacto do Brexit na economia portuguesa
    Os sociais-democratas recomendam ao Governo a realização urgente de um estudo sobre as implicações para a economia portuguesa da saída do Reino Unido da União Europeia.
27-04-2017
PSD quer explicações do governo sobre refugiados que abandonam Portugal
    Teresa Morais considera que “a integração de refugiados em Portugal tem falhas e essas falhas estão a ficar à vista”.
26-04-2017
Brexit: a defesa dos diretos dos portugueses que estão no Reino Unido deve ser a prioridade do governo
    Miguel Morgado frisou que não podemos aceitar que o Reino Unido utilize os direitos desses cidadãos como arma negocial.
12-04-2017
Luís Montenegro acusa o governo de colocar em causa o mercado do arrendamento
    No debate quinzenal com o Primeiro-Ministro, o social-democrata destacou ainda as “entradas de leão e saídas de ratinho” do Governo em relação a Dijsselbloem.
29-03-2017
Europa: Campos Ferreira destaca “hipocrisia” do PS
    O deputado questionou como é que o PS pode defender a sua visão europeia e, simultaneamente, estar aliado a partidos antieuropeus.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas