Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
“Bloco é cúmplice no pecado original deste Orçamento”
Rubina Berardo acusou os bloquistas de caucionarem uma proposta que ataca trabalhares independentes e aumenta impostos indiretos.
No debate do Orçamento do Estado para 2018, Rubina Berardo iniciou a sua intervenção saudando o Bloco de Esquerda pela introdução da noção de “reformas estruturais” no léxico bloquista. Recordando que o BE já anunciou o seu voto favorável ao Orçamento, a deputada recordou que os bloquistas se preparam para viabilizar uma proposta que faz um ataque violento a 114 mil trabalhadores independentes através da eliminação do regime simplificado de IRS. “O Bloco é cúmplice no pecado original deste Orçamento do Estado. A estes trabalhadores independentes o Bloco não só não dá nada, como ainda tira mais”.
Acusando o governo de fazer um “espetáculo de magia orçamental”, com a ilusão dos alívios de IRS, a deputada alertou que esses alívios são consumidos na totalidade pelos aumentos de impostos indiretos, património, taxas, que chegam aos 1,1 mil milhões de euros. “Outra ilusão deste Orçamento: em 2017 inscreve-se um compromisso de financiar 50% do novo Hospital da Madeira. Em 2018 nem uma palavra e o Primeiro-Ministro faz backtrack total relativamente ao seu compromisso”.
A terminar, Rubina Berardo afirmou que esta solução governativa pode fugir do tradicional modelo português. Contudo, adianta, “ninguém aqui inventou a pólvora. Recuemos a 2001, depois dos ataques terroristas do 11 de setembro que conduziram à intervenção militar no Afeganistão. Na Alemanha governava uma coligação SPD-Verdes. Recorde-se a matriz ideológica dos verdes e como isso chocava de frente com uma participação na intervenção militar no Afeganistão. Para legitimar essa participação militar, a liderança dos Verdes decidiu fazer um Congresso Extraordinário para legitimar o posicionamento. Tem a coragem também o BE de auscultar os seus militantes relativamente a este ziguezague em tantas matérias do Orçamento”, questionou a parlamentar.

03-11-2017 Partilhar Recomendar
21-02-2018
Sara Madruga da Costa reclama por “justiça nos dois sentidos”
    A deputada reuniu com o Presidente do Sindicato dos Oficiais de Justiça e com funcionários judiciais madeirenses.
15-02-2018
Madeira: António Costa não cumpre os compromissos assumidos
    A quebra de compromisso em relação ao Novo Hospital da Região foi um dos exemplos dados por Sara Madruga da Costa.
14-02-2018
Rubina Berardo leva preocupações da Madeira à Comissão Eventual para a definição da “Estratégia Portugal 2030”
    A deputada reuniu com as entidades regionais e com a Eurodeputada Cláudia Monteiro Aguiar para se inteirar das matérias que interessam à Região.
09-02-2018
Sara Madruga da Costa critica injustiça na atribuição de verbas do FFF à freguesia da Calheta
    O alerta foi deixado após uma reunião com o Presidente da Junta de Freguesia.
05-02-2018
Paulo Neves alerta que propostas do PS e do BE põem em causa a subsistência de unidades de Alojamento Local
    O deputado destacou a importância deste modelo de negócio para a economia da Madeira.
26-01-2018
“O PSD tem acompanhado com profunda solidariedade, preocupação e proximidade a questão da comunidade portuguesa na Venezuela”
    Paulo Neves garantiu aos portugueses e luso-descendentes que vivem na Venezuela que “não estão sozinhos”.
17-01-2018
Encerramento da Loja dos CTT na Madeira: deputados do PSD reúnem com Presidente da Junta de Freguesia de Santo António
    Os sociais-democratas escutaram as preocupações do autarca e consideraram que esta é uma situação inaceitável.
10-01-2018
Sara Madruga da Costa contesta o encerramento de balcão dos CTT no Funchal
    A deputada considera “inadmissível e incompreensível” a decisão e critica o silêncio dos deputados da esquerda.
27-11-2017
Este Orçamento não serve o país
    O líder do PSD considerou que este é um governo que só quer sobreviver e que esta é uma legislatura perdida do ponto de vista da preparação do futuro.
27-11-2017
“O Estado falhou na proteção das pessoas e ainda quer cobrar impostos pelas cinzas”
    António Leitão Amaro mostrou-se “chocado” com a esquerda por chumbar todas as propostas de alteração que o PSD fez ao Orçamento, incluindo a que pretendia isentar de IMI as famílias e as empresas cujas casas e edifícios foram destruídos nos incêndios.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas