Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Pedrógão Grande: Passos Coelho defende a criação de um mecanismo rápido de indemnização às famílias das vítimas
O líder do PSD frisou ainda que “é necessário apurar todas as responsabilidades”.
Passos Coelho defendeu, esta quarta-feira, que o Governo deve adotar medidas que visem indemnizar rapidamente as famílias das vítimas do incêndio de Pedrógão Grande. No debate quinzenal com António Costa, o social-democrata recordou que há mecanismos de indemnização para as vítimas, que já foram usados noutras alturas por outros governos, e por isso pergunta ao Primeiro-Ministro se “o Governo está ou não está disponível para suprir esta lacuna e aprovar um mecanismo deste género”.
No início do debate, o líder do PSD expressou o seu pesar pelas vítimas desta tragédia, lembrando que não teve precedentes na “nossa memória democrática”. “Estamos infelizmente habituados a incêndios, mas nunca aconteceu uma tragédia destas dimensões, com as vítimas mortais que esta registou. Significa que é necessário apurar todas as responsabilidades, para não ficar a perceção na opinião pública de que há um jogo do empurra. É importante que haja um cabal esclarecimento do que se passou”.
O social-democrata recordou a proposta feita pelo PSD, e aceite pelo Governo, de criar uma comissão técnica independente para apurar “exatamente tudo o que se passou neste incêndio, e não aquilo que se passou nos últimos 30 ou 40 anos”.
Para Passos Coelho “é necessário apurar o que se passou não nos últimos 30 anos, mas neste incêndio” em particular. “Com humildade ninguém pode dizer que diversos governos não possam ser indiretamente responsáveis pelo que se passou”. No entanto, adverte o social-democrata, que isso “não pode servir para tirar a conclusão que a responsabilidade é de todos e, portanto, não é de ninguém”.
De seguida, o líder do PSD colocou em contraponto o movimento cívico de “solidariedade” que se criou em torno da tragédia “desde a primeira hora”, com as “falhas do Estado”. “O Estado falha quando tantas pessoas morrem nas circunstâncias em que morreram”, diz, sublinhando que o Estado devia ser rápido a fazer a reparação por essas falhas.
Numa segunda intervenção, Passos Coelho enfatizou que “não há dúvidas de que a responsabilidade objetiva exista. Há uma responsabilidade objetiva do Estado, porque as pessoas morreram em estradas nacionais onde a segurança cabe ao Estado”. Neste cenário, adianta, é “importante que as pessoas não tenham de andar num calvário judicial e sejam indemnizadas de acordo com aquilo a que têm direito.”
A terminar, o social-democrata recordou que só agora se vai entrar na “fase mais aguda de combate aos incêndios”, exigindo ao Primeiro-Ministro que o Governo faça “tudo o que puder para colmatar a desconfiança que se instalou”.

28-06-2017 Partilhar Recomendar
19-07-2017
Pedrógão Grande: compete ao poder político estar à altura das respostas necessárias para repor a normalidade
    Carlos Abreu Amorim saudou o consenso alcançado com o PCP e CDS para a entrega de uma proposta que visa reconstruir aquele território e indemnizar os herdeiros das vítimas mortais e os feridos graves.
06-07-2017
Incêndios: PSD exige informação regular, atualizada e detalhada sobre a saúde dos bombeiros feridos
    Teresa Morais exige que o Governo preste informação atualizada sobre os bombeiros hospitalizados.
30-06-2017
Incêndios de Pedrógão Grande: Parlamento aprova proposta do PSD para criação de uma Comissão Técnica Independente
    Carlos Abreu Amorim frisou que hoje é inegável que as entidades que dependem do governo e “que se andam a digladiar com passa-culpas constantes não têm condições para realizar esta avaliação”.
29-06-2017
Luís Montenegro: “temos a obrigação de dizer ao povo o que é que falhou”
    O líder parlamentar do PSD considera que é imperativo tranquilizar o povo português e devolver-lhe a confiança.
29-06-2017
Incêndio de Pedrógão: Pedro Pimpão apela à união para o renascimento da região
    O deputado é perentório a afirmar que o país não pode virar as costas a esta região.
29-06-2017
“O Estado falhou redondamente e agora tem de apurar responsabilidades”
    Margarida Balseiro Lopes frisou que é função dos deputados questionar e exigir respostas.
29-06-2017
“O Estado falhou onde menos podia falhar: na segurança e proteção das pessoas”
    Maurício Marques questionou o que levou o governo a alterar profundamente a estrutura de coordenação nacional e regional em cima da época dos fogos florestais.
29-06-2017
Pedrógão Grande: “o PSD não deixará cair no esquecimento tudo o que aconteceu”
    Teresa Morais garante que os sociais-democratas não deixarão de fazer todas as perguntas e de exigir todas as respostas.
22-06-2017
Pedrógão Grande: o País não esteve à altura da confiança dos portugueses
    Para José Matos Correia importa proceder a “um apuramento exaustivo daquilo que se terá passado” e, assim, “honrar a memória daqueles nossos compatriotas” e “garantir que este drama não mais se repetirá”.
22-06-2017
Pedrógão Grande: “a situação é premente e as respostas terão de ser urgentes”
    O líder parlamentar do PSD escreveu aos partidos a pedir consenso para comissão independente sobre incêndios.
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas