Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Governo liderado pelo PSD foi incansável em criar mecanismos alternativos ao regime jurídico da insolvência
A garantia foi deixada por Joel Sá no Plenário.
O Parlamento debateu, esta sexta-feira, três Propostas de Lei do Governo que visam estabelecer o estatuto do mediador de recuperação de empresas, aprovar o regime extrajudicial de recuperação de empresas e aprovar o regime jurídico de conversão de créditos de capital. Em nome do PSD, Joel Sá começou por recordar que o governo do PSD, que herdou um País em pré-bancarrota e que teve que governar sob tutela de uma Troika, não deixou de tomar variadas iniciativas políticas e legislativas no domínio da Economia. “Consciente das dificuldades das Empresas portuguesas, o Governo PSD-CDS foi incansável em criar mecanismos legislativos alternativos ao regime jurídico da insolvência. O Governo de então lançou o Programa Revitalizar, em janeiro de 2012, que tinha como objetivos prioritários: a execução de mecanismos eficazes de revitalização de empresas viáveis nos domínios da insolvência e da recuperação de empresas; o desenvolvimento de mecanismos céleres e eficazes na articulação das empresas com o Estado, em particular com a Segurança Social e a Administração Tributária; o reforço dos instrumentos financeiros disponíveis para a capitalização e reestruturação financeira de empresas”.
De seguida, o social-democrata lembrou e o anterior governo promoveu ainda, em 2012, à alteração ao Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas, simplificando formalidades e procedimentos e instituindo o processo especial de revitalização (PER). Nessa altura, recorda Joel Sá, o diploma foi aprovado no Parlamento com os votos contra do PCP, BE, PEV e a abstenção do PS.
No que respeita à mediação, o parlamentar afirmou que, em 2013, a Assembleia da República aprovou a Lei que veio estabelecer os princípios gerais aplicáveis à mediação realizada em Portugal, bem como os regimes jurídicos da mediação civil e comercial, dos mediadores e da mediação pública. “Mas, vá-se lá saber porquê, aquele diploma foi aprovado com os votos contra do PCP, BE, PEV e a abstenção do PS. Mudam-se os tempos, mudam-se as atitudes. Já nesta legislatura apresentamos uma iniciativa legislativa sobre a capitalização de empresas que mereceu o chumbo da maioria que suporta este Governo. Pasme-se, agora apresentam-nos estas Propostas de Lei. Mudam-se os tempos, mudam-se as atitudes. Em suma, o PSD já fez, temos a expectativa que um governo responsável acrescente em cima do que o anterior governo fez. É o que o país, e as empresas esperam”.

23-06-2017 Partilhar Recomendar
13-07-2018
Cortes no investimento explicam a falta de resposta dos serviços públicos
    Emídio Guerreiro considera que situações como as que se registam na CP resultam dos cortes no investimento feitos pelo executivo.
12-07-2018
Transportes: PSD apresenta propostas para criar um regime inovador para as plataformas eletrónicas
    Emídio Guerreiro enfatiza que ficam igualmente eliminadas as lacunas identificadas no veto presidencial.
24-05-2018
Governo esvazia os bolsos dos portugueses para encher os cofres do Estado
    Emídio Guerreiro frisou que esta “austeridade encapotada” tem a conivência e o aval dos deputados do PCP, BE, PS e PEV.
24-05-2018
Cristóvão Crespo desafia todos os partidos para a urgência da redução do imposto sobre os produtos petrolíferos
    O deputado referiu que a gasolina 95 é 26 cêntimos mais cara em Portugal do que em Espanha.
24-05-2018
Combustíveis: Carlos Silva acusa o governo de ter “ludibriado os portugueses”
    O social-democrata refere que o governo criou uma “austeridade aditivada”.
24-05-2018
Combustíveis: “o Bloco é cúmplice deste governo no saque ao bolso das famílias e dos empresários portugueses”
    Sara Madruga da Costa sublinhou que o BE, “o partido que tem duas caras”, também tem responsabilidade nesta matéria.
23-05-2018
“Incompatibilidade do Ministro Pedro Siza Vieira não tem consequências?” Fernando Negrão exige esclarecimentos “a bem da ética”
    No debate quinzenal com o Primeiro-Ministro, Fernando Negrão questionou ainda António Costa sobre valorização do interior e os problemas no sector da Saúde.
16-05-2018
Luís Campos Ferreira: “governo rege-se pela lógica do poucochinho”
    No debate sobre “Internacionalização da Economia Portuguesa”, o social-democrata enfatizou que “foi assim que lá chegou e é assim que o executivo governa”.
16-05-2018
Economia: governo não resolve os problemas, vive das conjunturas e tenta aproveitar a onda
    Paulo Neves condenou a ausência de uma “estratégia clara e bem definida” por parte do executivo.
16-05-2018
“Ou o Ministro da Economia não conta para a política económica deste governo, ou a economia não conta para este governo”
    Para Luís Leite Ramos só uma destas duas opções explica a ausência do governante no debate sobre a “Internacionalização da Economia Portuguesa”.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas