Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
“O CETA cria novas oportunidades para as empresas da União”
Segundo António Costa Silva este acordo permitirá uma poupança de mais de 500 milhões de euros por ano às empresas da União e beneficiará fortemente as empresas mais pequenas.
“Em 30 de outubro, a União Europeia e o Canadá assinaram o acordo comercial, tendo sido aprovado pelo Parlamento Europeu, em 17 de fevereiro de 2017. Abre-se assim o caminho para que o acordo possa entrar em vigor a título provisório, assim que seja ratificado pelo Canadá. O CETA será plenamente aplicado quando os parlamentos de todos os Estados-Membros ratificarem o acordo, em conformidade com as respetivas obrigações constitucionais internas”. Estas foram as palavras iniciais de António Costa Silva num debate sobre esta matéria.
Segundo o social-democrata, há provas claras de que os acordos de comércio livre estimulam o crescimento e a criação de empregos na Europa. Assim, adianta, “o CETA cria novas oportunidades para as empresas da União. Irá poupar mais de 500 milhões de euros por ano às empresas da União, atualmente pagos em direitos aduaneiros sobre mercadorias que são exportadas para o Canadá. Irá garantir às empresas da UE um acesso sem precedentes aos contratos públicos canadianos. O acordo irá beneficiar fortemente as empresas mais pequenas, que são as que têm menos capacidade para suportar os encargos da burocracia. O acordo irá criar novas oportunidades para os agricultores e produtores de alimentos, sem deixar de proteger plenamente as sensibilidades da UE. A abertura da UE a determinados produtos é limitada e calibrada, sendo compensada pela abertura do Canadá”.
No que respeita às críticas de PCP e BE, António Costa Silva considera que estamos perante a “velha conversa” de quem está “contra tudo o que seja a evolução das sociedades” e de quem quer “manter e preservar tudo o que sejam modelos anquilosados”. “Tudo o que seja partilha de soberania para a esquerda é perda de soberania. Tudo o que sejam economias mais evoluídas, para a esquerdas estaremos sempre a falar de perda de direitos. No fundo, o modelo das esquerdas deste parlamento é garantir o «orgulhosamente sós»”.
A terminar, o social-democrata frisou que “o PSD acredita em sociedades mais livres, mais equilibradas, mais justas e que todos tenham as mesmas oportunidades. Um modelo mais aberto, mas com regras transparentes, será certamente melhor para todos. O Acordo CETA entre a UE e o Canadá vai permite-nos aprofundar as relações económicas para benefício da economia portuguesa”.

17-03-2017 Partilhar Recomendar
07-07-2017
Duarte Marques faz balanço da participação de Portugal na União Europeia
    O social-democrata considera que Portugal deve continuar a contribuir ativamente para a agenda europeia.
23-05-2017
PSD propõe: avaliar o impacto do Brexit na economia portuguesa
    Os sociais-democratas recomendam ao Governo a realização urgente de um estudo sobre as implicações para a economia portuguesa da saída do Reino Unido da União Europeia.
27-04-2017
PSD quer explicações do governo sobre refugiados que abandonam Portugal
    Teresa Morais considera que “a integração de refugiados em Portugal tem falhas e essas falhas estão a ficar à vista”.
26-04-2017
Brexit: a defesa dos diretos dos portugueses que estão no Reino Unido deve ser a prioridade do governo
    Miguel Morgado frisou que não podemos aceitar que o Reino Unido utilize os direitos desses cidadãos como arma negocial.
12-04-2017
Luís Montenegro acusa o governo de colocar em causa o mercado do arrendamento
    No debate quinzenal com o Primeiro-Ministro, o social-democrata destacou ainda as “entradas de leão e saídas de ratinho” do Governo em relação a Dijsselbloem.
29-03-2017
Europa: Campos Ferreira destaca “hipocrisia” do PS
    O deputado questionou como é que o PS pode defender a sua visão europeia e, simultaneamente, estar aliado a partidos antieuropeus.
29-03-2017
Brexit: “hoje é um dia pouco feliz para a Europa”
    No dia em que o Reino Unido avança com a saída da União Europeia, Regina Bastos frisou que temos de dar o nosso contributo para uma Europa mais forte, coesa e solidária.
24-03-2017
Miguel Morgado: “o Presidente do Eurogrupo tem de ir embora”
    O deputado apresentou o Voto de Condenação do PSD pelas declarações inaceitáveis proferidas por Jeroen Dijsselbloem.
24-03-2017
Regina Bastos evoca 60 anos da assinatura do Tratado de Roma
    A deputada enfatizou que o PSD continua empenhado na construção de uma Europa forte e unida.
22-03-2017
CGD: Luís Montenegro denuncia “privatização geringonçada”
    No debate quinzenal, o social-democrata questionou o Primeiro-Ministro sobre o encerramento dos balcões da Caixa e sobre a reforma curricular anunciada pelo Secretário de Estado da Educação.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas