Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Descentralização deve ser capaz de atenuar as desigualdades e de estimular as oportunidades
Luís Montenegro considera que este processo visa a construção de uma organização do Estado adequada ao progresso social e económico do país.
No encerramento do debate sobre a descentralização de competências para os municípios e entidades intermunicipais, Luís Montenegro sublinhou a importância e o interesse desta tema para a sociedade portuguesa. Segundo o líder do Grupo Parlamentar do PSD, este debate visa dar resposta a várias perguntas: “como pode o Estado ser mais eficiente? Como pode o Estado prestar mais e melhores serviços aos cidadãos? Como pode utilizar eficazmente os recursos disponíveis e garantir a acessibilidade aos principais sistemas públicos? Mas também como pode o Estado potenciar um crescimento mais saudável, duradouro e acentuado da economia?”
De seguida, o social-democrata frisou que “cuidar do ordenamento territorial, oferecer melhores serviços, preservar e valorizar a cultura e o património, o meio ambiente, os recursos naturais da floresta até ao mar, todos estes propósitos, todos estes desígnios, exigem uma reflexão profunda e exigem decisões acertadas. Decisões a pensar no futuro e não amarradas ao presente ou ao passado. Decisões a pensar nas pessoas e nas comunidades locais e não a pensar nos governos ou nos partidos. Decisões estruturantes e não meramente estruturais”.
Depois de recordar que foi o PSD que desencadeou o debate deste tema por três vezes, o deputado afirmou esperar que à terceira seja de vez e que desta vez as palavras possam coincidir com os atos.
Referindo-se ao processo que agora se inicia, Luís Montenegro frisou que ele deve definir em que modalidades e quais as competências que a administração central pode delegar, bem como quais os recursos que vão ser alocados às autarquias. “O passo que agora se pretende dar é grande e deve centrar-se numa ideia clara: construir uma organização do Estado adequada ao progresso social e económico do país, capaz de atenuar as desigualdades e de estimular as oportunidades”, enfatizou.
Considerando a proposta do governo insuficiente, o líder da “bancada laranja” afirmou que o PSD pretende ir mais longe e que, por isso, apresentou 4 iniciativas. Contudo, adianta, o PSD está disponível para debater estas propostas e receber contributos de toda a sociedade. Para tal, adianta, os sociais-democratas defendem a criação de uma Comissão Eventual específica que, de uma forma rápida e exclusiva, se possa dedicar ao tratamento destas iniciativas.

16-03-2017 Partilhar Recomendar
07-04-2017
Jorge Paulo Oliveira recorda que o Parlamento nunca legislou sobre a transferência de uma freguesia de um concelho para outro
    A afirmação foi proferida no debate de duas petições relativas à localização da freguesia de Milheirós de Poiares.
30-03-2017
Sociais-democratas querem acabar com a discriminação entre trabalhadores que exercem funções públicas
    Segundo Sara Madruga da Costa neste momento assiste-se a uma desigualdade de tratamento e a uma discriminação entre trabalhadores avaliados e trabalhadores não avaliados.
17-03-2017
PSD quer clarificar estatuto remuneratório de trabalhadores da administração local
    A iniciativa dos sociais-democratas foi apresentada pela deputada Sara Madruga da Costa.
16-03-2017
“PCP é o partido mais centralista do regime democrático português”
    Jorge Paulo Oliveira acusou os comunistas de olharem para os autarcas como sendo “gente perigosa que se vende aos interesses”.
16-03-2017
PSD propõe a constituição de uma Comissão sobre a descentralização de competências
    O anúncio foi feito pela deputada Berta Cabral.
16-03-2017
“Descentralizar competências para o poder local é um ato de inteligência do Estado”
    Emília Santos recordou que a descentralização não está apenas no discurso, mas também na prática do PSD.
02-03-2017
“A descentralização deve ser feita de forma ponderada e coerente”
    Bruno Coimbra avisou o executivo que esta reforma não pode avançar de forma “desgarrada ou aos bochechos”.
02-03-2017
“Investir na descentralização é investir no país”
    Jorge Paulo Oliveira reafirmou que o PSD está apostado em aprofundar o movimento descentralizador.
15-02-2017
PSD foi o primeiro partido a colocar a descentralização na agenda política
    Berta Cabral recordou que as propostas dos sociais-democratas já foram apresentadas no Parlamento.
10-02-2017
PSD defende a criação de um Programa para o Aproveitamento do Património Imobiliário Público
    Jorge Paulo Oliveira apresentou a iniciativa dos sociais-democratas que defende uma Cooperação entre o Estado e as Autarquias Locais.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas