Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Deputados eleitos por Santarém fazem "check up” aos cuidados hospitalares e dão as boas-vindas ao novo Comandante Distrital da PSP
Nuno Serra, Teresa Leal Coelho e Duarte Marques reuniram com o Comando Distrital da PSP e com as Administrações do Hospital Distrital de Santarém e do Centro Hospitalar do Médio Tejo.
Os deputados do PSD eleitos pelo distrito de Santarém realizaram, esta segunda-feira, um conjunto de visitas e reuniões com o Comando Distrital da PSP e com as Administrações do Hospital Distrital de Santarém e do Centro Hospitalar do Médio Tejo. Oportunidade para dar as boas-vindas ao novo Comandante Distrital da PSP e conhecer os primeiros dados do relatório de segurança interna de 2016 no que diz respeito ao distrito de Santarém.
No âmbito da saúde, o início do novo ano tem sido marcado pelas enormes dificuldades orçamentais tornadas públicas pelas diversas unidades hospitalares espalhadas pelo país. Preocupados em particular com a situação dos hospitais do distrito de Santarém, os Deputados do PSD Nuno Serra, Teresa Leal Coelho e Duarte Marques quiseram conhecer ao pormenor os resultados do ano 2016 e as principais preocupações e dificuldades para 2017.
Foi possível verificar o aumento do número de cirurgias em Santarém, graças à entrada em funcionamento das suas salas de bloco operatório provisório cujas obras se iniciaram ainda em 2015. Face à constante dificuldade na contratação de médicos, dos Deputados eleitos por Santarém irão de imediato propor ao Governo que o Hospital Distrital de Santarém seja considerado "zona carenciada", estatuto temporário que permite criar mais incentivos à contratação, estatuto que o CHMT já usufrui.
Para o PSD importa também garantir que o Ministério das Finanças agilize os procedimentos necessários, ainda em falta, que permita o visto prévio do Tribunal de Contas para dar início às obras para o novo Bloco Operatório cujas verbas estão já garantidas desde 2015 e sem o qual não podem arrancar. É no entanto de lamentar o elevado prazo médio de pagamento a fornecedores superior a 300 dias o que obviamente cria problemas à economia local.
Os parlamentares visitaram também o Centro Hospitalar do Médio Tejo onde conheceram um novo programa com elevada qualidade, a Consulta Aberta, que permitir retirar um elevado número de utentes das urgências que não têm justificação médica para ali se dirigir. A Administração do CHMT partilhou também os futuros investimentos em equipamento que estão a ser preparados num processo de continuidade do esforço de reequipamento tecnológico das três unidades que constituem o CHMT, esforço que o PSD espera que seja acompanhado pelo Ministério da Saúde.

07-02-2017 Partilhar Recomendar
19-06-2017
Sara Madruga da Costa reuniu com o Comandante da Zona Militar da Madeira
    No encontro foram abordados vários assuntos pendentes com a República.
14-06-2017
Balanço da política de saúde das “esquerdas unidas”: “descontrolo, desinvestimento e desespero”
    Luís Montenegro referiu que com o regresso do PS ao governo regressaram os calotes.
14-06-2017
Governo PSD aumentou em 25% a quota de mercado dos genéricos. Atual governo apenas 0,3%
    Luís Vales refere que esta estagnação não contribui para a sustentabilidade do SNS, afeta negativamente as empresas que os produzem e prejudica os doentes mais desfavorecidos.
14-06-2017
Firmino Pereira defende arranque da segunda fase da requalificação do Hospital de Gaia
    O deputado alertou ainda para o subfinanciamento desta unidade de saúde.
14-06-2017
Governo deve 30 milhões de euros aos Bombeiros
    A acusação foi deixada por Ângela Guerra no Plenário.
14-06-2017
Governo colocou 1000 jovens médicos numa situação precária
    Simão Ribeiro desafiou o Ministro a resolver o problema da formação médica.
14-06-2017
Os resultados desta governação são maus e fazem temer pelo futuro
    Miguel Santos considera que o “corte cego” de 35% imposto pelo Ministro coloca em risco os serviços e urgência.
12-06-2017
José Silvano pede ponderação e equilíbrio nas alterações à Lei da Nacionalidade
    O deputado manifestou a disponibilidade do PSD para aprofundar estas matérias em sede de especialidade.
09-06-2017
Madeira: “um ano depois dos incêndios ainda não chegou um único tostão do Estado para a reconstrução e reabilitação das habitações”
    Sara Madruga da Costa lamentou que o governo continue sem resolver os problemas causados por esta catástrofe.
08-06-2017
Luís Montenegro acusa o governo de atingir objetivo do défice à custa de cortes na saúde e educação
    O líder parlamentar do PSD confrontou António Costa com as consequências desses cortes cegos.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas