Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Nuno Serra: a floresta deve ser vista como uma “prioridade governativa”
O deputado defendeu que a política florestal deve ter um horizonte alargado no tempo e não estar limitada às vontades políticas de cada Governo.
“A floresta tem um valor incontornável no território português, seja na sua componente económica, ambiental ou social. Uma política florestal deve ter um horizonte alargado no tempo e não estar limitada às vontades políticas de cada Governo. Ou pior ainda, que se use a floresta como moeda de troca para garantir acordos políticos e que seja vista através da lente ideológico-partidária”. Estas foram as palavras iniciais de Nuno Serra no debate, agendado pelo Governo, sobre a Reforma da Floresta.
Sublinhando existem sempre melhorias a fazer, o Vice-Presidente da “bancada laranja” afirmou que o PSD não consegue compreender como é que o Governo considera que esta é uma reforma para longo prazo e a primeira opção que toma é a de reverter um conjunto de medidas tomadas pelo anterior Governo.
De seguida, o deputado defendeu que a floresta deve ser valorizada e que isso obriga a rever a forma como olhamos para ela, passando a ser vista como “uma prioridade governativa” e não um problema político para a gestão de um Governo. “A floresta deve ser vista e pensada como atividade económica, capaz de gerar emprego, criar riqueza e uma mais-valia em termos de balança comercial. Hoje, a indústria da fileira florestal representa quase 10% das nossas exportações e dá emprego a cerca de 2% da nossa população ativa”, referiu.
Acusando o Governo de pretender proibir a plantação do eucalipto, o social-democrata alertou para a possibilidade desta proibição poder vir causar um aumento do abandono das terras.
A terminar, Nuno Serra declarou que “não podemos continuar a dar valor à floresta só quando ela arde ou quando aparece na televisão. O caminho é dar-lhes mais valor todos os dias. Um caminho onde todos têm de participar e todos têm de ser ouvidos: municípios, associações, produtores, políticos. Mas, em suma, a estratégia só pode ser uma: mais e melhor floresta em Portugal”.
06-12-2016 Partilhar Recomendar
20-04-2017
“A floresta, os proprietários e os agentes do sector mereciam mais respeito do governo e da maioria que o suporta”
    Segundo Maurício Marques as medidas do executivo levam a um maior abandono da floresta.
20-04-2017
Incêndios: Governo não fez nada para evitar que o flagelo de 2016 se repita
    A acusação foi deixada por Álvaro Batista no debate sobre a floresta.
20-04-2017
Pedro do Ó Ramos destaca sucesso do Banco de Terras
    O deputado referiu que o Ministro da Agricultura não consegue esconder a frustração de ter sido o governo PSD-CDS a criar este mecanismo.
20-04-2017
Floresta: propostas do governo são uma afronta aos cidadãos, aos proprietários, aos investidores e às associações
    Nuno Serra apelou ao Presidente da República para evitar que o governo destrua o setor com estas leis.
06-04-2017
“O Pacote Florestal do governo vai promover o abandono florestal”
    A denúncia foi feita por Álvaro Batista no Plenário.
01-02-2017
A reforma da floresta deste Governo não resolve os problemas do sector
    Maurício Marques lamenta que o executivo ignore a importância da rentabilidade do recurso florestal.
18-01-2017
“É necessário criar mecanismos e incentivos que estimulem o investimento permanente na nossa floresta”
    Maurício Marques destaca importância de se apostar neste sector.
06-12-2016
Maurício Marques acusa o Governo de “incompetência na gestão dos incêndios de 2016”
    Segundo o deputado essa incompetência resultou na maior área ardida nos últimos 10 anos.
28-11-2016
Floresta: taxar áreas superiores a 50 hectares é “contraproducente”
    Maurício Marques considera que este imposto agrava os problemas do ordenamento florestal e agrícola.
24-11-2016
As autarquias locais são as entidades que melhor conhecem a nossa floresta
    Maurício Marques defendeu a valorização da competência das autarquias na prevenção e combate aos incêndios.
Início Anterior Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas