Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
PSD preocupado com o orçamento para o sector da saúde
Deputados do PSD questionaram a Ministra da Saúde sobre a sua dotação orçamental

Rosário Águas foi a primeira deputada do PSD a intervir na discussão na especialidade do Orçamento do Estado para a área da Saúde. A deputada do PSD mostrou-se “espantada” com as afirmações da Ministra e referiu que “fingir que a despesa da saúde não está a crescer não é fazer uma boa gestão, é enganar os portugueses”. A Vice-Presidente do Grupo Parlamentar do PSD acrescentou ainda que a afirmação de “a saúde ser gratuita para os portugueses é uma falsa verdade que o Governo insiste em dizer”. Na opinião da deputada, a Ministra demonstra uma aversão às questões financeiras mas a verdade é que o sector da saúde representa uma parte muito relevante do Orçamento do Estado e como tal carece de uma gestão rigorosa e transparente.

Rosário Águas salientou que “infelizmente a falta de transparência e rigor e a escandalosa desorçamentação é uma apreciação da Comissão Europeia, da OCDE e o Tribunal de Contas”. A deputada mostrou a sua insatisfação pela continua “omissão de elementos” que o Ministério da Saúde vem tendo com a Assembleia.

Seguiu-se uma intervenção de Clara Carneiro, que questionou a Ministra sobre algumas verbas referidas no Orçamento, nomeadamente relativas ao Infarmed e do INEM. A coordenadora do PSD para área da saúde, quis saber que orientações vai o INEM seguir e questionou, uma vez mais, qual a opção do Governo irá seguir relativamente à prescrição de medicamentos em unidose. Clara Carneiro recordou ainda as muitas promessas de compensações que o Governo fez quando encerrou vários serviços de urgências e que não foram cumpridas.

Na intervenção seguinte Nuno Reis solicitou à Ministra um comentário sobre o Parecer que a Unidade Técnica de Apoio Orçamental da Assembleia da República (UTAO) fez sobre o Orçamento do Ministério da Saúde em que é referido que “verificam-se importantes diferenças de estimativas relativamente aos encargos plurianuais com as parcerias público/privadas”.

Maria José Nogueira Pinto, que encerrou as intervenções da bancada do PSD, aludiu a uma notícia que anunciava uma “redução dos preços de referência dos serviços prestados que servem de base ao financiamento dos contratos programa”. A deputada questionou a Ministra sobre a existência de algum estudo que sustente esta redução e manifestou a sua vontade de ter acesso a ele.

Maria José Nogueira Pinto terminou a sua intervenção afirmando que tem a “convicção que este Orçamento vai acarretar uma diminuição da produtividade dos hospitais, isto é, os hospitais vão ter a noção de que se produzirem se vão endividar”.

19-02-2010 Partilhar Recomendar
Rosário Águas pede esclarecimentos adicionais ao Secretário de Estado da Saúde sobre o Orçamento do Estado para 2010
Rosário Águas questiona Ministra da Saúde sobre o Orçamento do Estado para 2010
Clara Carneiro questiona Ministra da Saúde sobre o Orçamento do Estado para 2010
Nuno Reis questiona Ministra da Saúde sobre o Parecer da UTAO ao Orçamento do Estado para 2010
Clara Carneiro pede esclarecimentos adicionais ao Secretário de Estado da Saúde sobre o Orçamento do Estado para 2010
Clara Carneiro questiona Ministra da Saúde sobre as Carreiras Médicas nos Hospitais
Maria José Nogueira Pinto questiona Ministra da Saúde sobre anúncio da redução dos preços de referência de serviços prestados
21-06-2019
Não é aceitável que em pleno século XXI os utentes do Hospital de Évora não tenham acesso a água quente
    Miguel Santos enfatiza que isto “não é aceitável” e desafiou o Secretário de Estado a ir ver o que se passa.
19-06-2019
Financiamento do novo Hospital da Madeira “não ata nem desata”
    Sara Madruga da Costa e Paulo Neves acusam o governo de continuar a querer "fazer contas com o património alheio".
14-06-2019
O SNS encontra-se num real “ponto de rotura”
    Ana Oliveira fala numa “guerra de ideologias” para ver quem tem mais dividendos políticos, “ignorando e desrespeitando os portugueses”.
14-06-2019
“O Serviço Nacional de Saúde está doente”
    José de Matos Rosa falou em “quatro anos de degradação, de desinvestimento e de falta de acesso dos utentes”.
14-06-2019
Luís Vales desafia o PS “a preocupar-se com as pessoas e concentrar-se nos gravíssimos problemas do SNS”
    O social-democrata considera que é altura de acabar com o “sectarismo ideológico da extrema-esquerda”.
14-06-2019
Populismo leva o BE a apresentar uma iniciativa já aprovada
    Simão Ribeiro recordou que o fim da cobrança de taxa moderadora nos cuidados de saúde primários já foi aprovado no Grupo de Trabalho da Lei de Bases da Saúde.
12-06-2019
O PS fingiu pretender abrir a farmácia que funcionava no Hospital de Loures
    Ana Oliveira contestou este comportamento e frisou que “a grave situação que o País vive em termos de acesso aos serviços e prestações de saúde só poderá ser ultrapassada com um governo que esteja verdadeiramente ao serviço das pessoas”.
07-06-2019
Deputados do PSD eleitos pela Madeira reúnem com estruturas sindicais dos enfermeiros
    Os parlamentares assinalaram que António Costa “tem maltratado os enfermeiros”.
04-06-2019
Fernando Negrão: não é só discutindo os grandes problemas que os cidadãos se reveem na política
    O Grupo Parlamentar do PSD arrancou com a iniciativa "+Cidadão+Democracia".
30-05-2019
Governo arrastou o SNS para uma “cruel desumanização”
    Cristóvão Norte enumerou um conjunto de consequências da “terrível provação” a que o governo dotou o SNS.
Início Anterior Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas