Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
OPINIÃO / Crise Social vs Orçamento de Estado
Poderia começar este artigo pelo orçamento, contudo, vou colocar a tónica na crise social que se arrasta. Aconteceu há dias, entre uma utente e uma assistente social de um dos Centros de Saúde do Algarve – na verdade poderia ter acontecido em qualquer parte do país.

Perante a falta de dinheiro e a falta de trabalho, uma mulher, doente asmática, com um princípio de pneumonia, em dia de chuva dirigiu-se ao Serviço Social do Centro de Saúde pedindo ajuda para a aquisição de medicamentos. Impotente, perante esta e dezenas de situações diárias, a assistente social, em desespero, disse à utente que fosse “fazer o que fazia antes”. Assistindo, uma velhinha quis dar vinte euros à mulher a qual ficou relutante em aceita-los, pois a velhinha também precisava daquele dinheiro. A assistente social insistiu com a sua utente para que aceitasse anuindo que “coisas destas não acontecem todos os dias”.

No desempenho da minha actividade profissional com toxicodependentes e muitos “sem-abrigo”, vi de perto o trabalho das assistentes sociais, muitas vezes capazes de «fazer omeletas sem ovos». Sei como é, desesperante, cada uma destas situações. São pessoas, famílias inteiras com carências inimagináveis. A impotência das assistentes perante os casos sociais aumenta. De ano para ano as verbas são reduzidas, há cada vez menos dinheiro para as situações de risco e no entanto o número de casos aumenta.

Pergunta o contribuinte – “e o Orçamento de Estado para o qual eu contribuo?”- está mal gerido! - É um orçamento que está mais preocupado com o chamado TGV, com o foro a grandes grupos económico, à banca e a grandes empreiteiros, em favorecer a criação de centrais de compras que privilegiam certas empresas de certos amigos, ao mesmo tempo que penaliza as pequenas e médias empresas locais, penaliza as famílias e descarrega todo o esforço de apoio social nas autarquias e na solidariedade do próximo. Perante a falência do sistema de apoio social do Estado, pergunto: - por quanto tempo vão as Câmaras Municipais, as IPSS e os Centros Paroquiais suportar a situação? – Um, dois anos? – E em 2011 e 2012 quando acabarem os subsídios de desemprego quem vai suportar a crise socioeconómica no seu auge? Por quanto tempo haverá velhinhas solidárias com o sofrimento dos outros? – É isto que o Governo quer para o país? – Portugueses, pobres, miseráveis e solidários uns com os outros, enquanto alguns se enchem às nossas custas para depois investir no estrangeiro? – É já este o país que temos hoje.

Enquanto se passava a cena no Centro de Saúde, o país televisivo preocupava-se com as finanças regionais e comparava os montantes cedidos à Madeira, aos Açores, a Trás-os-Montes e ao Alentejo – mas como comparar o que não é comparável?! – “Regiões”, Portugal tem duas, os Açores e a Madeira. O resto é a divisão administrativa do continente retalhado a 18 distritos, depauperados, sem investimento digno de progresso e sem que este seja, verdadeiramente, dirigido aos portugueses. Nesta matéria o distrito de Faro tem muito que se lhe diga pois nos últimos 5 anos foi o mais penalizado de todos. Na prática este foi o orçamento apresentado – só agrava a situação existente.

19-02-2010 Partilhar Recomendar
01-06-2020
Governo deve tomar medidas para que pacientes do Hospital Beatriz Ângelo não tenham de ser transportados para Abrantes
    Os deputados do PSD eleitos por Lisboa consideram que a situação vivida no Hospital Beatriz Ângelo reveste-se de enorme gravidade.
01-06-2020
Centro Hospitalar do Baixo Vouga: médicos sem formação em suporte de vida estão a atender nas urgências
   
28-05-2020
Covid-19: Setores da Saúde, Segurança Social e Educação necessitam de uma maior atenção por parte do governo
    Rui Cristina, Ofélia Ramos, Lina Lopes e Firmino Marques confrontaram o Governo com as preocupações do PSD.
28-05-2020
Revisão do quadro legal para proteger a Costa Vicentina e Sudoeste Alentejano do “autocaravanismo selvagem”
    O PSD pretende saber se o Governo irá rever o quadro legal para proteger determinadas regiões.
27-05-2020
Falta de investimento levou à deterioração do SNS na região do Algarve
    Rui Cristina reiterou o compromisso do PSD: “queremos no Algarve serviços de saúde que sirvam as pessoas e garantam o seu direito de acesso aos cuidados de saúde.”
27-05-2020
“Governo tem de olhar para as farmácias como um aliado do SNS”
    Álvaro Almeida considera que as farmácias devem ver reforçado o seu papel no acesso dos portugueses à saúde.
21-05-2020
Contratação de intérpretes de Língua Gestual para o SNS prevista desde 2019 continua sem sair do papel
    Cláudia Bento lembra que a contratação desses intérpretes melhorará indiscutivelmente a acessibilidade da Comunidade Surda aos serviços de saúde.
21-05-2020
“Programa robusto” para travar a “explosão de desemprego” no Algarve
    Cristóvão Norte, Rui Cristina e Ofélia Ramos consideram que “não se pode perder mais tempo”.
13-05-2020
Estado deve reconhecer os altos e relevantes serviços prestados pelos trabalhadores do sector da saúde
    O PSD apresentou um Projeto de Resolução no qual recomenda ao Governo a aprovação de um conjunto de medidas de reconhecimento aos trabalhadores do SNS envolvidos no combate à doença Covid-19.
12-05-2020
Algarve quer a TAP a servir a região
    Cristóvão Norte, Rui Cristina e Ofélia Ramos querem que sejam salvaguardados voos da TAP para o Algarve.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
02-06-2020 Comissões parlamentares
03-06-2020 Debate quinzenal com o Primeiro-Ministro
03-06-2020 Comissões parlamentares
04-06-2020 Sessão Plenária
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas