Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
PS prefere fazer política de casos em vez de política de causas
José Manuel Canavarro apelou aos socialistas para que recuperem rapidamente a essência do pensamento social.

O Parlamento realizou, esta quinta-feira, um debate sobre a situação das Comissões de Proteção de Crianças e Jovens, requerido pelo PS. José Manuel Canavarro, intervindo em nome do PSD, começou por saudar o tema trazido a debate por se tratar de um tema importante (pois trata de situações de vulnerabilidade social e psicológica, algo que diz respeito a todos), de um tema atual (porque por mais desenvolvida e evoluída e por melhores respostas sociais que encontre, uma sociedade não consegue nem prevenir nem remediar todos os problemas associados à infância e aos menores de idade), de um tema emergente (porque essa característica lhe é natural na representação social pública e até na ideia, na perceção, de cada um de nós) e de um tema politicamente delicado no contexto atual (porque decorre uma reestruturação dos serviços do Instituto de Segurança Social).

No que respeita à atuação do Governo, o social-democrata recordou que de 2011 a 2014, passámos a ter cobertura universal, com mais parceiros envolvidos e mais horas técnicas atribuídas. Reconhecendo que o Senhor Juiz Conselheiro Armando Leandro, afirmou que existem dificuldades operacionais em algumas CPCJ’s, o parlamentar recordou que o Juiz Conselheiro também afirmou que em todas as CPCJ’S existe um representante da Segurança Social, que as CPCJ devem ser cada vez mais instrumentos da comunidade, devem ser mais participadas, pois assim se ajudará a prevenir mais que a remediar. “Ouvi-o elogiar o conjunto de possibilidades de formação de técnicos e de entidades da comunidade que o Portugal 2020 disponibilizará. Ouvi-o, ouvimo-lo elogiar os CAFAP e o alargamento da rede destes Centros. Ouvi-o, ouvimo-lo a elogiar o reforço do sistema de intervenção precoce. Ouvi-o e ouvimo-lo a elogiar a vertente comunitária da intervenção das CPCJ’s, também vertida no compromisso assinado em dezembro último pelo Governo juntamente com os organismos de cúpula das instituições sociais. E ouvi, ouvimos, referências positivas ao comportamento do Governo, do Ministério da Segurança Social, na sua relação com as CPCJ’s, nas palavras de quem superiormente as dirige ao nível nacional”.

No que respeita à postura do PS, José Manuel Canavarro lamentou que os socialistas parecem “preferir o imediatismo da estrutura, prefere discutir a dimensão da estrutura, o peso da estrutura, a estrutura em si. Não sai da estrutura, encerra-se nela. Mas mesmo esta, que os senhores discutem, robusteceu-se nos últimos 4 anos”.

A terminar, o social-democrata afirmou que o PSD espera e pede ao PS para “que recupere rapidamente a essência do vosso pensamento social porque os senhores são necessários a uma intervenção social moderna, eficiente e capacitadora e os senhores têm dado provas disso. Preferem fazer política de casos mais do que de causas. Parecem preferir a concretude crua, mediática, à utopia desejável. Preferem a responsabilização estrutural, passadista, à dinâmica comunitária, capacitadora e de futuro”.

16-04-2015 Partilhar Recomendar
17-04-2019
PSD desafia todos os partidos para resolver o problema da Segurança Social
    Fernando Negrão frisou que a resolução deste problema não pode continuar a ser adiada.
05-04-2019
Governo não respeita o compromisso de diálogo e negociação coletiva assinado com os sindicatos
    Carla Barros considera que a “palavra dada” continua sem ser honrada.
15-03-2019
Esquerda governa para os eleitores e não para os portugueses
    Joana Barata Lopes lamentou que estes partidos governem sem pensar no futuro.
15-03-2019
Clara Marques Mendes coloca em evidência a hipocrisia do PCP
    A deputada lembra que os comunistas, apesar de verem as suas propostas chumbadas pelo PS, continuam a viabilizar os Orçamentos.
15-03-2019
Álvaro Batista: “com o governo das esquerdas 1 em cada 4 trabalhadores são precários”
    O social-democrata referiu-se à consciência pesada das esquerdas que prometeram reduzir a precariedade laboral e fizeram precisamente o contrário.
08-03-2019
PSD defende a criação de um Estatuto do Cuidador Informal
    A iniciativa dos sociais-democratas foi apresentada pela deputada Helga Correia.
08-03-2019
Cuidadores Informais querem respostas, não falsas ilusões
    Mercês Borges considera que falta vontade ao governo para dar resposta a este problema.
07-03-2019
Novo Banco: “queremos conhecer tudo em nome do interesse dos portugueses”
    Adão Silva exigiu explicações a António Costa sobre a “trapalhada” que se revelou a solução encontrada para o Novo Banco.
21-02-2019
Rui Cruz: “aquilo que foi dado aos portugueses, foi-lhes tirado por mais impostos, taxas, preços e tarifas”
    O deputado considera que “precisamos de um governo que seja capaz de induzir um crescimento económico robusto e continuado”.
21-02-2019
“Com o governo das esquerdas os trabalhadores precários aumentaram de forma explosiva”
    Álvaro Batista acusou a governação das esquerdas de ter falhado o objetivo de reduzir a precariedade.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas