Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Carlos Abreu Amorim quer que o PS desfaça o tabu e diga o que preconiza para o país
O Vice-Presidente da bancada do PSD afirmou que quem quer Governar tem de dizer ao que vem.

Carlos Abreu Amorim confessou, esta sexta-feira, que depois do primeiro dia de debate do Orçamento do Estado não ter corrido nada bem à oposição, esperava que a intervenção do PS nos pudesse elucidar sobre o mais triste mistério que paira sobre a política portuguesa: o que é que quer este PS, o que é que nova liderança do PS preconiza para o país e que alternativas apresenta. “O que é que António Costa pensa sobre a educação, sobre a saúde, sobre o emprego, uma área que hoje mesmo se conheceu dados que comprovam a descida da taxa de desemprego, uma descida muito longe daquilo que até o próprio Governo estimava”.

Dirigindo-se à bancada do PS, o Vice-Presidente da bancada do PSD enfatizou que “a dita nova liderança do PS tem de perceber que, num país democrático, numa democracia moderna, quem quer Governar tem de dizer o que quer e ao que vem. “Tem de largar de vez este tabu de dizer generalidade, imprecisões e de não ter propostas sérias e objetivas. Mas aquilo que se percebeu deste debate foi o regresso da política do facilitismo e a isso esta bancada e este Governo dizem não”.

A terminar, o social-democrata afirmou que a única coisa que conseguimos perceber da nova liderança do PS é um programa que já está feito há quase 10 anos e que ostenta o nome do José Sócrates.

31-10-2014 Partilhar Recomendar
30-10-2014
Nuno Reis acusa a oposição de não ter aprendido nada com a história
    Em causa a desvalorização da necessidade do País ter as contas públicas equilibradas.
30-10-2014
Reforma do IRC aumenta a competitividade fiscal do nosso país
    Virgílio Macedo destacou as virtuosidades desta reforma para a economia portuguesa.
30-10-2014
“Orçamento concilia o rigor com a promoção do crescimento e com a defesa dos mais carenciados”
    Duarte Pacheco afirmou que aqueles que fracassaram nas previsões para 2014, são os mesmos que vêm pôr em causa as previsões para 2015.
30-10-2014
Adão Silva acusa o PS de querer apagar o passado
    O Vice-Presidente da bancada do PSD lamentou ainda que os socialistas não apresentem uma única proposta para o futuro.
30-10-2014
“Orçamento assegura a operacionalidade das nossas Forças Armadas”
    Mónica Ferro enalteceu as várias reformas implementadas pelo Governo no sector da Defesa.
30-10-2014
“Orçamento prevê o défice mais baixo da nossa história democrática”
    A afirmação foi proferida por Hugo Lopes Soares no debate do Orçamento do Estado.
30-10-2014
“Este é o Orçamento da recuperação do rendimento e do poder de compra”
    Luís Montenegro considera que “este Orçamento concretiza a mudança e renova a esperança perante os portugueses”.
Início Anterior
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas