Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Costa Neves apelou ao consenso em torno das matérias europeias
O social-democrata reconheceu que ainda não se fez o suficiente, mas que já se fez muito do necessário.

No debate do Projeto de Resolução do PS que recomenda ao Governo que proponha e apoie medidas de natureza institucional e políticas que vinculem juridicamente os estados membros da União Europeia e que conformem uma agenda de crescimento e de criação de emprego na União Europeia, Costa Neves enfatizou que o PSD partiu para este debate “no pressuposto de que nas questões essenciais para o país devemos procurar sempre assegurar um consenso mais alargado possível, devemos cultivar o consenso”. Segundo o parlamentar é com esse espírito que os sociais-democratas participam, desde sempre, no debate europeu que está numa faze crucial e decisiva e é com satisfação que registam que neste parlamento continua a haver um largo consenso quanto ao essencial das questões europeias.

“No incontornável aprofundamento político da União Europeia, partilhamos a opção pelo método comunitário, partilhamos a opção pela centralidade das instituições de raiz europeia, defendemos que estes novos desafios da governação económica devem continuar a assegurar o envolvimento central da comissão europeia. Partilhamos o programa de trabalho da Comissão Europeia. Partilhamos a convicção de que o crescimento, o emprego e o bem-estar dos cidadãos têm de ser o objetivo permanente de todas as políticas da União Europeia. A União Europeia só se legitima na medida em que distinguir o crescimento, o emprego, o bem-estar dos cidadãos. Ainda não se fez o suficiente, mas já se fez muito do necessário”.

Para Costa Neves é preciso acautelar a legitimidade democrática do processo de construção europeia, algo que implica um pleno envolvimento dos parlamentos nacionais na construção europeia.

“Entre a forma e a substância escolhemos a substância. Entre a tática e a estratégia escolhemos a estratégia. Escolhemos o consenso amplo que interessa para que a União Europeia ande para a frente, para que a União Europeia possa realizar os seus objetivos, para que haja mais crescimento, mias emprego, mais desenvolvimento, para que a União Europeia responda às razões para que foi criada. Escolhemos, sobretudo, Portugal e os portugueses”.

23-05-2012 Partilhar Recomendar
26-02-2020
PSD acusa o Governo de errar na estratégia europeia
    Duarte Marques frisa que Portugal não pode aceitar as negociações sobre o Quadro Financeiro para 2021-27.
18-02-2020
Orçamento Plurianual da União Europeia: PSD rejeita cortes na verba destinada a Portugal
    Isabel Meirelles quis saber se o Primeiro-Ministro está disponível para recorrer a decisões mais duras, como o veto do Orçamento da União Europeia.
29-01-2020
Luís Leite Ramos eleito Presidente da Comissão de Assuntos Sociais, Saúde e Desenvolvimento Sustentável
    O social-democrata irá assumir a presidência desta Comissão da Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa.
10-12-2019
“O Planeta dispensa socialismo mascarado de Zorro Verde ou de Super-Homem Ecológico”
    Isabel Meirelles confrontou o Primeiro-ministro com “a contradição clamorosa” entre a propaganda socialista e a pior posição de sempre do nosso país no Índice de Desempenho das Alterações Climáticas.
28-11-2019
PSD questiona Governo sobre atendimento consular e pensões dos emigrantes no Luxemburgo
    O deputado questionou os ministérios do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e dos Negócios Estrangeiros.
21-11-2019
Transição Digital: governo deve estabelecer metas e prazos
    Filipa Roseta apelou à “coragem política” do executivo para “firmar, cumprir e estabelecer metas e prazos”.
14-11-2019
Grupo Parlamentar do PSD elegeu Coordenadores e Vice-coordenadores
   
18-06-2019
Europa: Rubina Berardo apela ao Primeiro-Ministro para colocar o “interesse nacional” à frente das “obsessões partidárias”
    A parlamentar entende que as negociações para o futuro da Comissão Europeia não podem ser só mais uma “guerra das cadeiras”.
29-05-2019
Negociações Europeias: “António Costa deve ter em primeira linha o interesse nacional”
    Rubina Berardo desafiou o Primeiro-Ministro a participar neste debate tendo em primeira linha o “interesse nacional” e não a família política a que pertence.
10-05-2019
Gestão do Fundo de Solidariedade tem sido incompetente, imoral e uma vergonha
    Duarte Marques considera “indigno” que o governo queira ficar com o dinheiro destinado aos municípios afetados pelos incêndios.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas