Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Números do Governo confirmam as preocupações do PSD e exigem urgente reprogramação do PRODER
A agricultura portuguesa está em risco de perder fundos comunitários.

Em resposta à pergunta apresentada pelos Deputados do PSD na Comissão de Agricultura, Desenvolvimento Rural e das Pescas, o Governo divulgou a execução financeira do Programa de Desenvolvimento Rural (PRODER), detalhada por acção e medida, reportados a 25 de Junho de 2010.

Os números enviados agora pelo Governo confirmam níveis preocupantes da taxa de execução deste programa fundamental para a agricultura nacional.

Resulta dos números enviados pelo Ministério da Agricultura, Desenvolvimento Rural e das Pescas, na sequência da insistência dos parlamentares do PSD, a conclusão inequívoca que existe um risco sério de Portugal perder fundos comunitários do PRODER se os que já estão comprometidos não forem utilizados até ao fim do ano, tal como afirmou recentemente o Comissário Europeu da Agricultura, Dacion Ciolos.

Recorde-se que o PRODER deveria estar em execução desde 1 de Janeiro de 2007 e concluído em finais de 2013 (ou 2015, aplicando a regra comunitária n+2), com uma dotação inicial de 3,6 mil milhões de euros de fundos comunitários, no âmbito do FEADER - Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural, a que deveria corresponder uma despesa pública total no sector agrícola de 4,6 mil milhões de euros.

Os dados agora divulgados, passados 3 anos e meio de implementação do PRODER, registam um nível execução médio abaixo dos 20%, valor particularmente baixo quando consideramos o ainda mais reduzido nível de concretização de acções relevantes para o desenvolvimento e competitividade da agricultura nacional.

Como exemplos da baixa execução nota-se que acções centrais do programa como o «restabelecimento do potencial produtivo», com apenas 16%, a «modernização e capacitação das empresas», com 9%, ou os apoios à «instalação de jovens agricultores», com 14% de execução.

Um elevado número de acções definidas como prioritárias pelo Governo atinge o valor zero (0) de concretização.

Em circunstâncias normais o PRODER deveria apresentar hoje uma taxa global de execução próxima de 35% (no cenário de execução até 2015) ou de 50% (no cenário até 2013). Em qualquer dos casos, estamos a falar num desvio médio (leia-se desinvestimento) de fundos comunitários colocados à disposição dos agricultores portugueses num valor próximo de mil milhões de euros.

Esta é a factura que o País Agrícola está a pagar pela incompetência do Governo Socialista

Face às baixas taxas de execução do Programa o PSD exige a urgente reformulação do PRODER, tal como já afirmou durante a discussão do OE, sob pena de Portugal perder a derradeira oportunidade para relançar o crescimento da Agricultura, que vive um dos períodos mais críticos das últimas décadas, com perdas de rendimento superior a 13%, valores registados em finais de 2009 face a igual período de 2008.

08-07-2010 Partilhar Recomendar
19-07-2019
“Foi num governo liderado pelo PSD que foram promovidos avanços significativos na melhoria do quadro jurídico dos direitos e proteção dos animais”
    A recordação foi deixada por Joel Sá no debate sobre a utilização de animais no circo.
03-07-2019
O Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural “não quer saber da agricultura”
    A acusação partiu de Emília Cerqueira, que considera que o governante “esqueceu-se completamente da atividade agrícola”.
03-07-2019
PS, BE e PCP querem atirar areia aos olhos dos viticultores durienses a três meses das eleições
    António Lima Costa acusou ainda estes partidos de estarem a “afrontar” o Presidente da República.
02-07-2019
PAN e BE querem impor o seu caminho, apesar do desconhecimento do mundo real
    Nuno Serra lembrou a estes deputados que há mais mundo além do que se “avista do vosso apartamento”.
28-06-2019
PSD disponível para resolver insuficiências da Lei dos maus-tratos a animais
    Carlos Abreu Amorim manifestou a disponibilidade dos sociais-democratas para resolver estes problemas “de forma séria e responsável”.
28-06-2019
PSD saúda recuo do governo sobre o Sistema de Informação Cadastral
    António Costa Silva vincou que o PSD evitou a ideia do governo que dava ao Estado a possibilidade de colocar uma tabuleta num terreno de um privado e dizer “este terreno é do Estado”.
12-06-2019
Nuno Serra: “a Produção Agrícola e o Ambiente só podem viver juntos”
    O social-democrata criticou “a visão distorcida e radical” dos partidos mais à esquerda.
12-06-2019
“Os empresários agrícolas dão um enorme contributo para a coesão territorial e crescimento económico do país”
    António Lima Costa rejeitou liminarmente a ideia de “diabolização daqueles que são os únicos que investem e apostam no nosso mundo rural”.
29-05-2019
Nuno Serra critica “interesses populistas e demagógicos” de BE e PAN
    O deputado considera que esta visão impede estes partidos de compreenderem a importância da atividade cinegética.
11-04-2019
Proibição da venda de frutas e legumes acondicionados em cuvetes que contenham plástico ou poliestireno trará custos para os produtores agrícolas
    António Lima Costa manifestou a preocupação dos sociais-democratas com esta situação.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas